Minha felicidade não combina com sua dor



Não me leve a mal, caro amigo, mas é que eu fiz um pacto com a felicidade. Não posso ouvir suas lamúrias, pois elas açoitam o riso que não quero deixar escapar dos meus olhos. Pois foi tão difícil chegar até aqui que tu nem sabes!A felicidade e eu nos casamos de papel passado sem direito a divórcio nem desquites. Concordamos com discussões e breves separações vez ou outra, mas eu sempre arranjarei um pretexto eloquente para que ela volte.Não. Não zombe da tua sorte. Não grite suas dores. Ponha nepente no teu vinho se doer demais. Comemore teu aniversário todos os dias, ao acordar. Serve teu bolo, sopra as velas da tua existência, mesmo sem querer. Queira mais.Saiba que cada dia é uma vida. E o tempo que você levou se queixando, não volta mais. É tempo perdido, meu amigo!Regue as flores das tuas donzelas, cante serenatas em Lua, cante à Lua! Cometa erros, dance na chuva, brinque com um cão, tome um bom banho de mar à noite... nu! Declare seu amor a um mendigo, a um médico, a uma professora. Invente seus dias, viaje sem destino, mande seu chefe à PQP se isso lhe couber. Adie a tristeza sempre. Mas não adie seus sonhos.  Seja feliz, amigo meu! Interrompa sua tristeza num choro breve e bola pra frente. Conte comigo na sua alegria, porque, com tua dor, minha felicidade jamais combinou...


Na primeira postagem de 2013, desejo a todos os leitores do Apaixonada Por Livros, um ano repleto de felicidade!
Conheça o Projeto 365 dias de Brasil:


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout por Flavinha Garota de Aquario

Design by Emporium Digital