Nova Parceria – Simone O. Marques

foto escritora
Simone O. Marques, nascida em 1969, é paulistana, formada em Pedagogia e Mestre em Educação. Escreve desde 2007. Autora dos livros que compõem a Saga Paganus (Gênese Pagã, Triskle, Tribo de Dana e Era de Aquário parte I e parte II) e do livro de vampiros: Agridoce. Contos publicados nas antologias: Draculea, Grimoire dos Vampiros, Elas Escrevem, Marcas na Parede, No mundo dos Cavaleiros e Dragões,Tratado Secreto da Magia.



Conheçam os lançamentos!
Paganus_capa Andre Siqueira

btn_comprar

Sinopse 

Portugal, 1673. Duas mulheres celtas e um bebê recém-nascido enfrentam a perseguição da Igreja contra hereges pagãos. Obrigadas a deixar sua aldeia, ajudadas por um jovem cristão, partem em busca de um lugar onde possam cultuar seus deuses livremente. Em meio a sua fuga descobrem que a Grande Mãe tem uma missão para eles e que os levará a lugares inesperados e a uma desconhecida Terra Nova.


capa de Marina e os tesouros da Tribo de Dana
btn_comprar

Sinopse

Marina é uma jovem de dezessete anos, que vive numa fazenda na Chapada dos Veadeiros. Entretanto, ela não é uma garota comum. O Povo da fazenda, chamado de Tribo de Dana, considera que ela é o avatar da Grande Deusa Dana, a mais importante dos deuses celtas. Por isso, Marina é cercada de cuidados, e sempre vigiada de perto por guerreiros-guardiões. Mas os deuses do Outro Mundo decidem que ela precisa encontrar sua verdadeira face e para isso irão atraí-la para seu mundo e lançar-lhe um desafio... Contudo, ela não estará sozinha, seus dois Sombras não irão facilitar o trabalho dos deuses, nem que para isso tenham que cruzar o véu com sua protegida...


523131_196656380453205_100003265340814_320398_2137221992_n
Um trecho de DEUSES DO MAR

Marina olhou para o corpo dele sem a camisa. Seria pele contra pele e ela nunca estivera tão próxima de um rapaz assim antes. Mas Brian era apenas um sombra, cujo único objetivo era protegê-la e que a temia, não era? Ele sempre colocava a palavra honra quando o questionava e talvez estivesse temendo uma punição caso ela morresse de frio…
Brian se sentiu analisado e não sabia se ela o aprovava para aquela missão. Por um momento sentiu-se nervoso ao pensar que ela poderia repudiá-lo depois de tê-la enfrentado e sugeriu.
— Artur pode fazer isso, se preferir. – franziu o cenho e viu o amigo implorar com os olhos para que não tivesse feito aquilo. Todos sabiam que Brian fora amaldiçoado depois daquela dança há quatro anos e agora ainda mais, pois havia colado os lábios nos lábios da Pequena Dana quando a socorrera. Talvez a deusa o perdoasse por ter feito aquilo com o único objetivo de salvar a vida dela, mas ele não gostaria de pagar para ver…
Marina viu o medo que passou pelo rosto de Artur. Suspirou. Não devia ficar chateada, afinal todos na Tribo pareciam ter medo dela, de se aproximarem, de tocá-la… Voltou-se para o outro Sombra que a olhava sem medo, mas numa espécie de apelo para que aceitasse a proposta.
— Tudo bem. – ela disse e ele imediatamente se aproximou e, sem jeito, abriu um dos braços. Sentiu quando a pele gelada e trêmula dela encostou na sua pele quente. – Desculpe. – ela falou sem graça quando percebeu a diferença de temperatura entre eles e sentiu o leve estremecimento dele.
Brian engoliu com secura. Os deuses iriam castigá-lo com toda certeza, principalmente por que sentiu seu corpo todo pulsar em contato com o corpo dela. Marina se aconchegou ainda mais procurando o calor e ele a envolveu com os braços. Artur olhou penalizado para o amigo.
Alguém tinha que se sacrificar e Brian foi o escolhido.
Marina sentiu o aconchego quente nos braços do Sombra e, como que por efeito de magia, o tremor do corpo dela diminuiu e foi substituído pelo bater acelerado do seu coração. Sentiu a mão áspera dele que deslizou pelo seu braço tentando aquecê-la mais rápido.
— Está arranhada. – Brian falou junto aos cabelos dela. Ela tinha cheiro de água e de flor.
— Você também. – ela disse fixando o olhar no braço dele que estava em volta dela. Os três haviam se arranhado bastante naquela queda no meio da terra, mas felizmente não haviam quebrado nada ou sofrido algum corte profundo.
— Nós vamos te tirar daqui Marina. – ele disse preocupado e ela chegou ainda mais perto dele.
— Eu sei. – ela disse fechando os olhos. Confiava em seus guerreiros, sem dúvida nenhuma.



Capa Agridoce segunda edicao

btn_comprar

Sinopse

Agridoce não é apenas mais um livro de vampiros, é uma obra repleta de aromas, sabores e sensualidade, que transcorre em ritmo viciante e irresistível,mantendo os leitores presos até a última página. Os personagens fazem parte de uma trama que envolve: Portadores de uma necessidade especial (Vampiros) que despertam para a condição determinada por uma predisposição genética (a necessidade de sangue), Escravos (doadores), pessoas que despertam fisicamente dependentes dos Portadores, doar o sangue é uma condição vital para eles, e Antagonistas (caçadores) que, assim como os outros dois elementos da trama, despertam, mas para a necessidade de eliminar o Portador, mesmo que não tenham consciência disso. São elementos de um triângulo dependente de sangue e a história do que são capazes de fazer por ele. É uma incursão pelo mundo dos vampiros que respeita o mito, mas que foge de clichês. Tudo isso temperado com muito suspense, ação e terror.


                                                              botão skoob blog-32x32icoFacebookicoOrkut

A autora convida a prestigiarem a 1ª Confraria Fantástica
Banner da confraria fantastica

Promoção da caneca Paganus!
A autora está lançando o sorteio da caneca pesonalizada do livro Paganus!
O sorteio será dia 20 de maio. cooltext520831466


As canecas Paganus, Agridoce e Os Deuses do Mar, também podem ser adquiridas no blog da autora.
cats

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout por Flavinha Garota de Aquario

Design by Emporium Digital