Editora Modo - Informação, Entrevistas, Lançamentos...

image
PERFIL DA MODO
A MODO nasceu em Campo Grande – MS com o objetivo de descobrir talentos novos talentos nacionais. Sonhamos com o dia em que veremos novos rostos e nomes alcançando lugares ocupados por livros estrangeiros em nosso país.
Apostamos no amor pela literatura advinda deste movimento, que nos impulsionou a realizar sonhos. Era nítido que iríamos ser visados pela crítica em todos os cantos do país, pois apostar em talentos anônimos era, até então, um gesto pioneiro de alto risco para uma empresa que visa fins
lucrativos. Porém, a coragem e determinação de muitos - equipe e autores - mostrou-nos que seria possível, caso apostássemos na divulgação maciça e imbatível desses talentos.
Apresentando de forma destemida a obra nacional, a quem se importa com ela, ou até mesmo, a quem ainda não
“torce o nariz” a nossa literatura nacional.
Através de uma estrutura totalmente voltada para a divulgação de nossas obras, contamos com estratégias de marketing e imagem, vindas de profissionais e estudiosos e acima de tudo, leitores apaixonados pela arte literária.
Precisamos de nossos parceiros para caminharmos juntos. Parceiros que acreditam em um ideal e nos apoiam, não apenas nos divulgando, sobretudo, lendo nossos autores e levando adiante a nossa mensagem.

I ODISSEIA FANTÁSTICA

Aconteceu dias 27 e 28 de Abril – Porto Alegre – RS
O evento atraiu o público e os autores do cenário nacional de literatura fantástica, e quem esteve presente, pode afirmar que o evento foi um sucesso. A MODO fez a sua estreia entre pessoas de alto gabarito literário, Estávamos tímidos, a principio, porém, a medida que os leitores foram chegando e nos abraçando como se fôssemos alguém da família, e o clima dos livros sendo vistos pela primeira vez, foi uma impressão permanente nas retinias de quem ali esteve e cooperou a familiaridade peculiar do ambiente – literários juntos, a química é perfeita – livros e leitores, sonhos e realizações.
1 - Público: Sem dúvida a participação do público foi marcante, e em muitos momentos era quase impossível transitar pelo Memorial. O frio que fazia lá fora, foi se perdendo no interior do recinto, em meio a agitação de se escolher livros em meio a tantas obras boas.
2 – Receptividade: Fomos muito bem recebidos; a comissão organizadora está de parabéns, deixando-nos com um gostinho de quero o Odisseia 2. Ficamos sabendo que se realizará em 2013, e com certeza, a MODO terá sua presença marcada.
3 - Local: O Memorial do Rio Grande do Sul comportou com bastante conforto aqueles
que foram até o Odisseia, num espaço bem localizado, que expira cultura, e muito bem preparado para receber visitantes, sem dizer da beleza que é o local, inspirando-nos para os próximos livros.
4 – Experiência: A equipe MODO passou por uma experiência que fez jus ao nome do evento, pois, mesmo diante de todos os obstáculos para se chegar a tempo do início da exposição, sentimo-nos honrados, e com um sorriso de dignidade e gratidão – enfim – cumprimos a nossa primeira etapa na vida literária – lançar 11 obras de novos autores que sonhavam com este momento.

CONFRARIA FANTÁSTICA

image
Confraria é a união das editoras Literata, Giz Editorial, APED e Modo. 
O objetivo é proporcionar ao leitor, periodicamente, um grande evento no qual ele terá a oportunidade de adquirir os livros das quatro editoras em um só local. Além, é claro, de bater um papo com os autores, ganhar brindes e passar uma tarde fantástica, recheada de surpresas.
Neste primeiro encontro, que acontecerá no dia 16 de junho, teremos alguns lançamentos, dentre os lançamentos da MODO, excluso para este evento, destacam-se os livros:
- O voo da Estirpe, Adriana Vargas
- Mannequim, Marcelo Lima
imageimage
Outros livros estarão expostos no local, entre eles:
- A última Dama do Fogo, de Marcelo Pachoalin
- Regência de Ossos, Marcelo Paschoalin
- Agridoce, Simone Marques
- Deuses do mar, Simone Marques
- O Oitavo Pecado, Adriana Vargas
Música ao vivo:
Nenê Amaral e Susana Goulart da banda Acesso Rock estarão fazendo um acústico, com o melhor do Rock n’ Roll, a partir das 18hs. A banda Acesso Rock é conhecida por muitos frequentadores dos bares de São Paulo.
PROMOÇÕES: Serão sorteados, no local, brindes aos literários presentes, assim garante as autoras:
Adriana Vargas: Sorteará kit do Oitavo Pecado a quem adquirir O Voo da estirpe e vice-versa.
Simone Marques:
Levará chocolate para quem experimentar o sabor de Agridoce.
Parceria entre as editoras:
As editoras resolveram se unir para seguirem juntas num caminho onde as diferenças somente existem, entre os títulos e linhas literárias, pois o sonho de viver aquilo que se idealiza, supera todo e qualquer tabu no meio.
A competição no mercado literário, não deveria existir, pois nenhum livro é igual ao outro, porém, a ideologia de se chegar a um lugar digno ocupado pela literatura no país, é algo em comum, que deveria receber o respeito merecido em todos os berços literários, pois somente desta forma, conseguiremos o que se intitula por ascensão, num país que pouco se lê, e muito se compete através de sentimentos egoicos e mesquinhos; ínfimos, perto do que se busca, pois não importa o resultado, desde que a intenção utilizada para buscá-lo, seja nobre e digno.
Estamos em busca desta ascensão, e nos identificamos com todos aqueles que buscam pelo mesmo objetivo.

Editoras Parceiras estarão presentes, apresentando seus lançamentos, conforme banner:
image

image
Espaço é reservado para o autor que mais se destacou durante o mês, durante as
atividades com a divulgação e participação de seu livro no celeiro literário.
LHAISA ANDRIA – ALMAKIA
image
Sinopse:
Em um mundo onde existem pessoas com capacidades extraordinárias, vivendo em uma sociedade abastada e preconceituosa, desde pequena Garo-lin foi uma garota deslocada: uma vilashi, frequentando o exclusivo Instituto de Almaki Dul’Maojin. Mesmo sendo tratada como uma simples e inevitável pedra no caminho dos orgulhosos almakins, engole todo o seu senso de justiça e tem por único objetivo terminar sua educação e voltar à sua vila. Porém, devido a um incidente ela se vê presa pelas circunstâncias, e dali em diante, todo o seu destino está nas mãos dos temidos Dragões de Almakia.
Sobre a obra:
Garo-lin se revela uma improvável manejadora de almaki e acaba indo para o grandioso Instituto de Almaki Dul’Maojin. Sendo uma vilashi, ela não é exatamente bem vinda entre os alunos, e o choque cultural é agravado pelo preconceito que impera.
Ainda, é preciso conviver com uma realidade que a deixa desnorteada: os Dragões de Almakia, herdeiros das poderosas Famílias, que têm liberdade para exercerem a influência de seus títulos, beirando uma ditadura. Dentro desse cenário, tudo o que Garo-lin deseja é voltar para a sua vila, e seguindo essa convicção ela sobrevive um dia de cada vez entre os almakins. Até que um fato fez seu temperamento justo prevalecer: para salvar alguém, ela se torna uma vítima permanente dos Dragões.
Contudo, a convivência forçada com os herdeiros e as desventuras que vivem, revelam que eles não são somente o título que carregam. Os Dragões são aqueles que têm o poder de decidir o rumo de Almakia, e Garo-lin se torna aquela que pode ditar o rumo dos Dragões.
Desde antes de iniciar o processo editorial de Almakia, a obra já cativava seus primeiros fãs. Verônica Sobreira, revisora do livro que faz parte da equipe do blog literário Tribo do Livro, se encantou com a leitura e anunciou isso da melhor forma possível: a primeira resenha da obra.
Nela Verônica aponta pontos importantes da história que vão além da ficção criada pela
autora, que estão diretamente ligados aos valores que podemos encontrar durante a leitura.
Não é fácil encontrar escritores que consigam fugir do lugar comum e criar algo que seja
novo, que não se embase em fórmulas desgastadas e repetitivas. Por isso quando encontramos algo novo, temos que brindar e reconhecer a excelência de um trabalho, especialmente quando este traz junto consigo lições de amizade, bondade, desprendimento, amor…; quando o livro se escreve pelas entrelinhas. Disponível em: http://almakia.wordpress.com/resenha. E traz uma análise sobre como o andar atual da literatura jovem, que está se renovando e trazendo surpresas com novos nomes.
A literatura brasileira sempre careceu do principal: leitores. É verdade que temos grandes clássicos que hoje, não só hoje, há algum tempo são lidos lá fora. Isso é de suma importância. Porém, na literatura infanto-juvenil, essa que é responsável por formar novos leitores, sempre tivemos poucas opções. Óbvio que muitos de nós na infância, lemos os clássicos infantis, como por exemplo Reinações de Narizinho, mas mesmo assim ao longo dos anos estudos perceberam que faltavam e ainda faltam muitas coisas.
Então o que aconteceu, nossos jovens leitores foram atraídos pela literatura estrangeira que sempre ofereceu mais atrativo do que a nossa.
O que fazer? De uns cinco anos para cá esta situação começou a mudar, porém algumas pessoas sempre "torcem o nariz" sobre isso. A mudança começou e continua, livros ótimos, bons, médios, ruins, mas a verdade é que a literatura infanto-juvenil deu um salto, e nossos pré-adolescentes começaram a ler com mais afinco. E o que é importante? Devemos apresentá-los bons títulos. Sejam eles de mistério, fantasia, romances, aventura, etc. não importa, o mais importante é ler. E, é por isso que apresento a vocês com garantia Almakia - a vilashi e os dragões, uma fantasia deliciosa e que inspira valores como a amizade, o companheirismo e o amor. Tive a oportunidade de ler os originais deste livro e fiquei encantada. Não vou falar da autora porque neste link: http://www.tribodolivro.com/2012/03/entrevista-lhaisa-andria.html, vocês poderão descobrir um pouco sobre ela, mas digo, e ela não tem vergonha de afirmar que Tolkien e J.K. Rowlings foram inspirações, notem, inspirações e não uma copia malformulada.
Até porque Almakia é um mundo único e diferente. Com influências sutis da cultura japonesa e de outras que vocês poderão identificá-las ao lê-lo.
Disponível em: http://www.tribodolivro.com/2012/05/sobre-almakia.html

Lançamento em Porto Alegre

Nada melhor do que um primeiro evento temático de Literatura Fantástica para que a Modo fizesse a sua grande estréia com seus livros do gênero. Em um final de semana na amistosa Porto Alegre, tanto nomes consagrados nas escritas fantásticas no país como revelações estiveram lado a lado, se apresentando e trocando experiências. A Modo conseguiu reunir oito de seus escritores na capital gaúcha, onde promoveu a transformação do que antes eram apenas e-mail e recados em exclamações alegres e abraços. Entre os lançamentos, estavam a dupla dinâmica da editora (Lhaisa e Paula Vendramini) – que já era conhecia de interações on-line, mas que nunca haviam se mostrado juntas fora desse contexto.
image
Lhaisa Andria e Paula Vendramini, amigas que há 12 anos idealizaram um sonho de um dia serem escritoras, quando ainda eram adolescentes lutando com suas provas bimestrais na escola onde estudaram juntas. Agora, elas viam tudo se tornar realidade da melhor forma possível. Muito antes de Almakia e Devoy serem uma sombra de pensamento, as duas já trabalhavam desenvolvendo seus estilos de escrita e formaram o grupo de escritoras LAP, onde produziam fanfics para a internet e textos dramáticos para o grupo de teatro do qual fizeram parte. Mesmo com a distância física que a mudança de cidade de Paula criou, o sonho das amigas continuava ganhando forma através do mundo virtual, e se mantinha com a mesma essência de quando a amizade se iniciou. Enfim, esse sonho foi concretizado na Odisseia de Literatura Fantástica.
image
Na escola, nós sempre dizíamos coisas como ‘e quando formos escritoras famosas, vamos fazer isso’. Mas sempre era uma brincadeira, nunca pensávamos que chegaríamos a tanto, pelo menos não tão cedo. Conforme fomos crescendo e a idade nos trazendo não só maturidade como possibilidades no mundo da escrita, pensamos realmente em publicar algo. Mas, ainda era um passo muito distante da nossa realidade. Em 2009 tomamos decisões importantes. Participamos de coletâneas de contos, tivemos retornos positivos dos nossos textos e víamos que em outros países muitos nomes conhecidos do universo das fanfics estavam deixando de lado o fanautores para se tornarem somente autores, com trabalhos inéditos. Então, pensamos: porque não? Não custava tentar.
Depois das histórias prontas, ainda teríamos que trilhar o caminho de enviar originais para editoras. Fizemos isso durante 2011 inteiro, sem nunca receber nem ao menos um ‘não’. Então, na última semana do ano a Modo, nossa última tentativa de envio de originais, nos deu um retorno. Dali para cá tanto Almakia quanto Devoy ganharam vida em páginas impressas e não fazem parte apenas das nossas conversas. Parece uma história de filme, não? Pois é, nós também achávamos que acreditar em um sonho só dava certo em filmes.

Lançamento em Foz do Iguaçu

Entre os dias 4 e 13 de maio, aconteceu em Foz do Iguaçu o Salão Internacional do Livro, um evento que reúne em um só lugar palestras literárias, lançamento de livros e stands com um único intuito: promover a literatura em todas as suas abrangências nas mais variadas formas de expressões culturais. A Academia de Letras de Foz do Iguaçu teve o dia 9 totalmente voltado para as suas atividades, e entre elas o lançamento do livro da sua representante de escritos para o público jovem.
image
O primeiro livro de Almakia foi apresentado através de uma palestra onde a própria autora expôs a sua trajetória de escrita, suas referências e apresentou o mundo da sua obra, tendo uma sessão de autógrafos festiva ao final.
image
image
Matéria do ClickFoz sobre as atrações do dia ->
http://www.clickfozdoiguacu.com.br/foz-iguacu-noticias/salao-do-livro-temprogramacao-
especial-da-academia-de-letras-do-extremo-oeste-do-parana
Transmissão do Paraná TV 2ª Edição, telejornal local falando sobre o evento:
http://g1.globo.com/videos/parana/paranatv-2edicao/t/foz-do-iguacu/v/salaointernacional-
do-livro-tem-atividades-para-varios-publicos/1940232/
Entrevista da autora na rádio CBNFoz:
http://www.cbnfoz.com.br/2012/05/08/escritora-iguacuense-lanca-trilogia-de-literaturafantastica
image
Durante o dia reservado aos escritores locais no Salão Internacional do Livro, a jovem escritora Lhaisa Andria apresentou seu primeiro livro ao público.
A escritora apresentou um book trailer (vídeo clip) de “Almakia” e mostrou que a publicação foi inspirada em anos de exercício junto a fanfics, textos ficcionais produzidos por fãs de literatura fantástica como Harry Potter. “Tendo a história, o exercício maior é alterá-la do jeito que achar melhor e a partir daí, novas histórias começam a ser produzidas”, explicou.
Com experiência na escrita Lhaisa conquistou prêmios por material publicado na internet e atraiu atenção de uma editora. “Era meio insegura no começo, mas consegui escrever “Almakia” em meses. Acho que escrever um livro não é algo que a gente faça para a gente e sim para outras pessoas”. Distribuído pela Modo Editora, “Almakia” já está disponível nas livrarias.
Matéria no Blog do Lago - http://www.blogdolago.com/lhaisa-andria-lanca-e-autografaalmakia

Repercussão

Durante a semana de lançamento no Salão internacional do Livro, a procura pelo livro no stand dos escritores locais já acontecia mesmo antes da abertura oficial do evento.
Depois de autora ter aceito um convite para conversar com alunos de uma escola estadual no dia anterior ao início do evento, para incentivá-los a participarem e prestigiarem as atrações e os livros, os próprios alunos começaram a contar sobre a obra para os amigos interessados em literatura fantástica. O resultado foi o esgotamento do livro mesmo antes da noite de autógrafos, e a aventura da Modo em enviar mais exemplares a tempo para a quarta-feira.
Realmente não esperava por isso. – conta a autora – Não fazia nem uma semana do lançamento em Porto Alegre, e não fazia nem uma semana que eu estava, enfim, com o livro impresso nas mãos. Em dois dias todos os meus exemplares tinham acabado, um monte de pessoas me adicionavam no Facebook e me contavam sobre o que achavam da história. A professora da escola que fui inclusive veio me contar que as palavras mais difíceis que uso no livro estava incentivando os alunos a usarem o dicionário, um fato que nunca tinha passado pela minha cabeça quando comecei a escrever Almakia. A mesma professora também fez outros convites para visitar mais escolas e avisou que tinha cartinhas de fãs para me entregar. Foi um choque receber esses feedbacks de forma tão rápida, tanto que as pessoas me perguntavam como eu estava me sentindo com tudo e eu dizia que ainda não conseguia definir, ainda estava acontecendo para resumir tudo em uma simples impressão. No sábado depois do lançamento, fui visitar os stands das livrarias da cidade para ver a possibilidade de uma negociação com a editora, e prontamente fui atendida pelos donos, que contaram que desde que o stand deles fora montado havia a procura pelo livro. E eles não sabiam o que era ainda, porque eu não tinha tido tempo antes de ir me apresentar como autora
imageimage
E mesmo depois do evento as ondas que Almakia estão causando na cidade não pararam. Já existem convites para eventos na cidade e em cidades da região, entrevistas na mídia, as livrarias já estão adquirindo os livros e providenciando eventos internos para promover a autora, e na internet estão surgindo as primeiras impressões dos leitores.
As primeiras resenhas que estão sendo postadas no Skoob – rede social voltada para livros, autores e leitores –, nos dão uma ideia do potencial que a obra traz e o que dentro dela cativa o leitor e a faz merecedora de ter as impressões de leitura divulgadas: Uma jornada inacreditável!
O novo milênio trouxe uma boa safra de romancistas para a ficção brasileira. Nomes como Caldela, Dracon e Spohr despontaram nos seus respectivos nichos (fantasia épica, juvenil e sobrenatural) e levaram uma nova leva de autores nacionais para a lista dos mais vendidos, desbancando a concorrência estrangeira com uma literatura de qualidade inquestionável. Mas ainda faltava alguém para escrever um livro universal, com toda a carga de ação, romance, aventura, dramaticidade e alívio cômico necessários para gerar entretenimento para todos os gostos. Alguém com uma prosa leve o suficiente para ser compreendida por todas as faixas etárias e elaborada o suficiente para contar uma história estimulante e divertida. Capaz de escrever o desafiante brasileiro para as mais adoradas séries internacionais, o nosso próprio Harry Potter. Um desafio muito grande?
Pois veio a nova década e botou a Lhaisa Andria no páreo.
Almakia é daqueles livros que te pregam um sorriso no rosto. Não importa a quantidade de adversidades enfrentadas por Garo-lin - e acreditem, são vários os momentos de tensão -, sua história é agradável ao leitor do início ao fim, uma virtude encontrada nos melhores do gênero (Rowling, Ende, Riordan). O que fazemos é torcer e vibrar com cada passagem, imaginando o colorido cenário tecido pela autora, e acompanhando a história da garota enquanto ela deixa de ser uma simples vilashi (denominação comum a um grupo de imigrantes e seus descendentes, componentes das camadas mais baixas da sociedade de Almakia) para desenvolver seu poder de manipulação de fogo, sendo inserida aos poucos no mundo daqueles que detém o domínio econômico-social e sobre os elementos, os almakins. Vou me furtar de resumir o restante do enredo, para não estragar a experiência de leitura de ninguém, mas aqueles que não seguirem a minha indicação - saindo correndo para ler o livro agora mesmo - saibam que em breve ouvirão falar muito na série, seja pela desde já muito aguardada continuação, seja pela inevitável repercussão nacional (e internacional!), ou seja pela adaptação cinematográfica tão logo este livro caia nas mãos de um cineasta esperto.
Resenha do leitor Guilherme Teixeira. http://www.skoob.com.br/livro/resenhas/224923
Além de resenhas que estão fazendo a autora chorar pela conquista, trabalhos de fãs estão sendo postados. Eloise Zanatto que adquiriu um livro na noite de autógrafos fez desenhos e agora acabou de lançar uma fanfic oneshot, com uma pequena continuação do final do livro, onde coloca uma alternativa que ela deseja para a sua personagem favorita (http://isallshethinks.blogspot.com.br/2012/05/fanfic-o-fim-da-herdeira.html)
Sou fã de Harry Potter e de tudo o que aconteceu na literatura infanto-juvenil depois dele. Se não fosse pelo trabalho de J. K. Rowling, talvez eu nunca tivesse levado a sério a minha vontade de escrever e manteria a minha meta de ser veterinária. Minha intenção sempre foi fazer um livro que tivesse a capacidade de promover algo semelhante ao que a série de livros fez no Brasil, mas não era uma meta para esse primeiro livro. Tudo o que eu queria agora era efetivamente ser uma escritora dentro do tema que eu mais gosto, a literatura fantástica, e depois poder construir um caminho.
Mas agora olhando para a repercussão do livro, que já está totalmente fora do meu controle, me sinto confiante em dizer que apenas sonhar não basta: é preciso ter um propósito maior e lutar por ele... e que vale muito a pena! – Afirmou Lhaisa. O livro ALMAKIA, de Lhaisa Andria, está a venda no link: http://modoeditora.com.br/loja/almakia-1-a-vilashi-e-os-dragoes SEM FRETE


image
Marcelo Paschoalin
image

O evento ODISSEIA DE LITERATURA FANTÁSTICA foi um sucesso! Contamos com várias presenças de leitores e parceiros no local, tendo como destaque, os livros: REGÊNCIA DE OSSOS E A ÚLTIMA DAMA DO FOGO, ambos do autor Marcelo Paschoalin, destacou-se nas vendas durante este evento. 
Marcelo Paschoalin lança A última Dama do Fogo no dia 28 de abril durante a I Odisseia de Literatura Fantástica, em Porto Alegre. Em nova edição, a saga da jovem Deora, uma náufraga que busca redescobrir a si mesma num mundo afetado pela morte da Deusa da Magia. Iniciada em uma Ordem mística, ela trava contato com a essência da chama primordial e, entre momentos de ação, emoção e sacrifício, sua história acaba por nos remeter aos nossos próprios passos, nossa própria busca, nossa verdadeira jornada. 
E em Regência de Ossos, O destino de três mulheres se cruza, fazendo com que suas vidas sejam forjadas pelos conflitos que têm de enfrentar. Uma busca a verdade, a outra quer o poder, a terceira almeja a aceitação — mas durante suas jornadas, enfrentando a si mesmas e as forças de uma legião de mortos-vivos que se ergue, o poder terá de ser aceito para que a verdade se transforme em justiça.

image

Dados sobre os livros deste autor: 

A última Dama do Fogo

Tendo como público alvo o segmento jovem-adulto (15 a 35 anos), o livro mescla o simbolismo da busca da magia perdida com a jornada de cada leitor, trazendo-o para uma reflexão acerca de seu destino enquanto narra uma história de aventura e fantasia  num mundo pseudomedieval onde o místico e o real se unem formando uma tapeçaria única. 
Apesar de ser uma narrativa de fantasia (assim como em O Senhor dos Anéis), o simbolismo subjacente pode agradar leitores de outros segmentos, incluindo espiritualismo e autoajuda. 
A última Dama do Fogo tem uma história interrelacionada com o livro Regência de Ossos,             
embora a leitura de um não dependa da leitura do outro, servindo como argumento de 
venda para um ou dois livros de acordo com a realidade do leitor. 
ISBN 978-85-65588-10-2 

Regência de Ossos 

Tendo como público alvo o segmento jovem-adulto (15 a 35 anos), o livro traz a reflexão 
sobre verdade, justiça e bondade enquanto narra uma história de aventura e fantasia num 
mundo pseudomedieval onde uma cidade de mortos-vivos se ergue e assola todo um reino, mesclando o sobrenatural, o místico e o real numa tapeçaria única que agrada tanto os fãs de literatura fantástica tradicional (como leitores de O Senhor dos Anéis) como também aqueles que se interessam por séries televisivas com mortos-vivos. 
Regência de Ossos tem uma história interrelacionada com o livro A última Dama do Fogo,             
embora a leitura de um não dependa da leitura do outro, servindo como argumento de venda para um ou dois livros de acordo com a realidade do leitor. 
ISBN 978-85-65588-11-9 

Eventos com os livros do autor: 

-entrevista feita pelo blog Vitamina de Pimenta: 
-entrevista feita pelo blog Roubando Livros: 
- resenha no blog: 
- I CONFRARIA DE LITERATURA FANTASTICA dia 16/06, Pier, Vila Mariana.
ADRIANA VARGAS
image

Destaque também, para o livro: O OITAVO PECADO de Adriana Vargas, a autora se destacou nas vendas, tendo seus livros, esgotados à venda na editora. 
Nascida em 27 de dezembro em Anápolis, Goiás, veio para Mato Grosso do sul ainda pequena. 
Começou a escrever desde que aprendeu a ler, pois seus pais compravam enciclopédias infantis ilustradas para incentivar seu gosto pela leitura, enquanto as crianças brincavam no quintal. 
Imaginava histórias que nunca viveu e as passava para o papel. Esses escritos, porém, eram escondidos debaixo do colchão. Ao serem revelados, venceu o seu primeiro concurso literário aos oito anos de idade, representando seu estado em nível nacional, o que lhe deu a segunda colocação no Concurso Mirim, realizado em 1978. Aos treze anos escreveu seu primeiro romance. 
No ano de 2000 entrou para a Academia de Direito pela Universidade UCDB, sendo uma das alunas mais aplicadas do curso. Apaixonada por leitura filosófica, procurava por obras de autores como Platão e Hanna Arendt. Encantou-se com os Iluministas e as histórias das antigas civilizações. Participou de projetos, como o incentivo às cooperativas. 
Fez Direito pelo senso de justiça que a alimenta e sempre haverá alguma lacuna em suas obras para ressaltar as misérias sociais e a busca por mobilização. 
Julga-se morta quando se encontra em estado de falta de inspiração. Pretende escrever como amadora durante toda a sua vida, pois somente desta forma consegue se encontrar livre em sua escrita, escrevendo como quer e quando quer, como um mero desabafo do eu interior. 
Hoje afastou-se das práticas forenses, buscando novos desafios, tendo uma parte de seu 
tempo dedicado arduamente aos seus livros e leituras de livros como filosofia, sociologia, 
civilizações antigas e ao trabalho que desenvolve em prol dos novos autores no Clube dos             
Novos Autores, onde é coordenadora geral. 
A sua contribuição para com a literatura brasileira é ressaltar os valores escondidos longe da hipocrisia. Fala dos sentimentos como são e da vida como é. Nas entrelinhas de seus escritos estarão ressaltados os valores esquecidos pela marcha do capitalismo emergente. 
Todos os seus trabalhos são palpados em pesquisa de campo junto à realidade dos comportamentos e traços característicos do que escreve, convivendo com as pessoas e 
situações. Questionadora por natureza, está sempre em busca de respostas. 
Tem o ímpeto atrativo em escrever livros inspirados em acontecimentos verídicos. 
Adriana desenvolveu um estilo literário ímpar, seus livros são marcados por singularidade e             
inovação linguística. A escritora encabeça a lista de traços inéditos à literatura nacional. O 
fluxo da consciência indefine as fronteiras entre a voz do narrador e a das personagens, de             
modo que reminiscências, desejos, falas e ações se misturam na narrativa num jorro 
desarticulado, descontínuo, que tem essa desordem representada por uma estrutura sintática caótica. Assim, o pensamento simplesmente flui livremente, pois as personagens não pensam de maneira ordenada, e sim, conturbada e desconexa, ou seja, é a espontaneidade da representação do pensamento das personagens que caracteriza o caos de tal marca literária. 
Aprecia a escrita de romances e discurso interior. Seus livros possuem o dom de nascerem             
viscerantes – em pouco tempo o leitor torna-se íntimo de suas personagens, criadas com o afã de cavar, no fundo do âmago, o sentimento capaz de dominar, jogar os leitores entre as suas palavras, em uma entrega não somente infinita, mas de profundidade. Este é o modo como vive e se relaciona com a vida. 
Com participações e menções honrosas em vários concursos literários, acredita neste caminho para galgar as escadas tão dificultosas em um país cuja leitura ainda é um desafio.             
RESUMO SINÓPTICO: Henaph é um anjo rebelde desde as entranhas do Criador, onde foi gerada. Dentro Dele ainda tentava perscrutar lugares ocultos e proibidos pelo Pai; sonhava em ser como Ele e poder criar mundos e coisas diferentes. Nasceu com a missão de guardar o Éden, entretanto, era orgulhosa e egoísta, impulsiva e passional, queria vivenciar tudo o quanto fosse possível. O Deus Hermes foi incumbido pelo Grande Pai a dar os ensinamentos necessários a Henaph para que seja preparada como anjo guardião de outras pessoas. Henaph acaba se apaixonando por Hermes, seu mestre e protetor. Sentimento desmedido e intenso, capaz de levá-la a fazer tudo em nome de uma paixão e deixá-la sem a percepção necessária para os fatos reais. 
Sente-se incapaz de continuar em sua missão, e, acaba por cometer o oitavo pecado capital, ocasionando sua expulsão do Éden, perde assim a imortalidade e é enviada para uma dimensão esférica menos evoluída. Conhece Minos, o rei de Creta, um homem envolvente que a trata com possessividade, como se já pertencessem um ao outro de longas datas. Envolve-se em um triângulo amoroso cheio de mistérios, intrigas e uma vez mais se vê envolvida com atitudes desregradas em nome da paixão. 
O livro é muito bem escrito na primeira pessoa, usando entonação da 2ª pessoa, o que o torna elevado e com lirismo poético enaltecido. A leitura envolvente prende a atenção do início ao fim. A temática é bem desenvolvida. As personagens são bem construídas e as tramas todas amarradas, nada fica sem explicação ou sem um propósito. Cada um tem seu papel definido e sua função dentro da história e todos com um único objetivo. 
A autora torna o livro uma viagem indescritível ao interior pessoal, evidencia as atitudes tomadas de forma egoísta, direcionada a saciação pessoal. Mostra o quanto as tentações desviam da verdadeira missão destinada pelo Pai e como pode, se aprender, pelo amor ou pela dor. Verdade incontestável. 
Transformando a personagem principal em humana, a analogia com a realidade é preponderante e as dúvidas e questionamentos vividos pela protagonista, aproxima o leitor da mesma. 
O livro é forte, envolvente, apaixonado sem ser piegas e acima de tudo, visionário. A palavra para o livro é: INTENSO! 
Análise de Rudynalva Soares.

image

Eventos com os livros da autora: 
- Blog Cia do Leitor, promoção dê-me um nome: 
- Blog Acho que cresci, Booktour das obras da autora: 
- Blog Acho que cresci, promoção para o dia das mães: 
- Blog fleurdylis, dia dos namorados: 
- Entrevista no blog Pura Liberdade: 
- I CONFRARIA DE LITERATURA FANTASTICA dia 16/06, Pier, Vila Mariana, SP:             
* Lançamento de livro O VOO DA ESTIRPE 
O OITAVO PECADO ESTA A VENDA NO LINK: 

image
LANÇAMENTO DO LIVRO CARMELA E LORENZO, Rubens Conedera
Ressaltando, que este livro foi o mais requisitado do site da editora e estará em
lançamento no convite acima.
image

DADOS SOBRE A OBRA 
A Origem é o primeiro livro da trilogia O Segredo de Esplendora, e conta a história de Heather Jane Cohen, uma jovem cientista bastante confusa que, em quarenta e oito horas, tem sua vida completamente transformada. De volta à sua cidade natal, Heather recebe, em uma noite, a visita de Mills, uma entidade desmaterializada que se apresenta como seu anjo protetor. Descrente acerca de qualquer possibilidade de anjos existirem, Heather considera estar passando por um surto psicótico e dirige sem rumo pela noite, até encontrar-se com o misterioso Wesley - quem ela descobre ser um vampiro. Depois de ser atacada e conseguir sobreviver, Heather é capturada por Henry e Stuart, outros dois vampiros que dividem o covil com Wesley, e forçada a compreender algo que está além de suas possibilidades: existe um mundo completamente diferente daquele que ela conhece, que ultrapassa todas as fronteiras da ciência, ao qual ela faz parte integral. A partir dessa descoberta fantástica, Heather obriga-se a buscar a sua verdadeira origem, na intenção de obter respostas para as muitas dúvidas que surgiram com a revelação desse universo de magia. Não bastasse a nova realidade colocada à sua frente, Heather ainda precisa enfrentar a ira de uma cidade que acredita que ela seja o Anjo do Apocalipse e que pretende forçá-la a coisas que ela não deseja fazer, e a paixão descontrolada que sente por aquele que deveria repudiar - o sedutor e secular vampiro Henry. 

Impressões da Resenhista 

Posso qualificar o enredo de Esplendora como surpreendente. Principalmente porque, 
mesmo tendo abordado o tema “vampiros”, soube fugir do que comumente tem sido oferecido aos leitores que gostam dessa temática e isso é um ponto muito positivo. O livro, aliás, não aborda apenas vampiros, mas também anjos, elfos, ogros, bruxas, trazendo-nos personagens muito interessantes, como Wesley, Stuart e Henry. 
Sem sombra de dúvidas, os personagens são o que há de melhor no texto de Tatiana, vejamos: temos o trio de vampiros. Wesley, com sua inexperiência; Stuart, com seu humor ácido e ironias e Henry, muito mais centrado e coerente, talvez por ter mais tempo como vampiro do que os outros. É ele quem vai chamar a atenção de Heather, que se encontra em um momento delicado, ao descobrir por meio de seu anjo protetor Mills que sua origem esconde muitos mistérios, que agora precisam vir à tona, incondicionalmente. Os sentimentos que os unem vão incomodar a muitos seres fantásticos de Esplendora, que veem Henry como uma ameaça. Aliás, há um suspense muito grande em torno do que a ascensão de Heather pode vir a causar. 
Outra personagem que garante momentos divertidos é Kristen, única amiga de Heather: é a típica “avoada”, talvez possamos dizer “fútil”, mas vê-se que ela não faz por querer, que acredita mesmo no estilo de vida que tenta seguir e não entende muitas vezes o comportamento de Heather. Por fim, temos a protagonista, que se sente deslocada em um mundo ao qual nunca pareceu pertencer. Heather é uma cientista apaixonada pelas estrelas, mas os sentimentos que começará a ter por Henry farão com que todas as suas crenças sejam abaladas, talvez mais até do que saber de sua origem e que rumo sua vida poderá tomar dentro de algumas semanas. 
Acostumada a se sentir incomodada perto de outras pessoas, por achar que é estranha do ponto de vista físico, por causa de seus cabelos e a cor dos olhos, a jovem constrói sua autoconfiança tendo como base a descoberta de um amor que pareceria impossível aos olhos de qualquer ser humano. 
É muito bonito o sentimento que Heather e Henry começam a compartilhar: um misto de insegurança, de medo pelo que possa acontecer a eles futuramente, mas mesmo assim, aceitam passar por todas as dificuldades para vivê-lo. 
Os acontecimentos da história se dividem entre Graceland, uma cidade interiorana norte-americana e a mágica Esplendora. É entre esses dois mundos que vamos acompanhar o desenvolver da trama a partir do retorno de Heather para sua cidadenatal. 
A narrativa em 3ª pessoa, ágil e sem rebuscamento, contribuiu para trazer os personagens para mais perto do leitor, pois durante a leitura era como se já os conhecesse de longa data. 

Trecho do livro

“Henry deu uma gargalhada. 
— Eu quis dizer que nunca fiz isso com outra criatura. — Ele ergueu uma sobrancelha. 
— Isso foi extremamente rude, lamento. Mas é verdade, depois que me tornei 
vampiro, nunca me envolvi com outra espécie. 
— Acho que você dá conta. — Heather também riu. 
— Stuart vai achar tudo isso muito divertido. Serei motivo de riso. 
— Isso incomoda você? — Heather perguntou, a voz fraca. 
— Não. — Ele sorriu e ela quis beijá-lo novamente. O problema em se beijar alguém e 
achar que pode fazer isso novamente a qualquer momento, foi o que ela pensou. — 
Mas é bom estar preparado para todo tipo de reação dos meus.” 
Recomendo a leitura a todos que gostam da temática fantástica, abordada em um 
contexto atual, com uma dose certa de romance e mistério. 
Resenha de Bia Machado.


Evento de MAIO/2012 com participação de O Segredo de Esplendora - A Origem: 8 Sarau da Cultura em Marataízes - ES 
Dia 11 de maio 
Evento: lançamento (com apresentação em oficina) e autógrafos) 

No site oficial do livro:

cultura/ 

Uma resenha muito boa 

livro-1-origem.html 

LINK A VENDA 


image
AGRIDODE, Simone Marques
Este livro é o segundo mais popular nas pesquisas e no site da editora.
image

Estão acontecendo dois Booktours com o livro, o que implica que estará com aproximadamente vinte leitores diferentes nas próximas semanas, portanto, devem aparecer novas resenhas em breve. 

Resenha de Georgette Sillen

O Agridoce sabor de uma tentação 
Anya era diferente. Sempre foi. E não apenas pelo fato de ser tímida, recatada, CDF (como diziam os amigos) ou não curtir as mesmas coisas que eles, jovens de sua idade, no auge dos vinte anos. 
Não, Anya sabia que era diferente. E, na medida do possível, vivia em concordância com tudo o que lhe fora imposto pela necessidade. Tinha um pai adorável e superprotetor, uma avó inflexível, dominadora, mas que a amava sinceramente por ser a única lembrança viva da filha, a mãe que Anya mal conhecera. Frequentava a universidade de gastronomia, era uma perita em aromas e temperos, e conquistara a afeição e a admiração de alguns colegas do sexo oposto, inebriados pelos seus fascinantes olhos de bombons. Mas o que ela não desconfiava é que todas as suas restrições, as aparentes condições de saúde que a tolhiam de uma vida normal na verdade eram apenas a ponta de um iceberg, um gigantesco bloco que veio a tona numa noite, à beira mar, arrastando Anya para um mundo de novas descobertas, cativando-a pelo seu aroma Agridoce. 
E nesse turbilhão de rodamoinhos do destino, Anya descobriu o “efeito borboleta” 
que aquela noite provocaria em sua vida. E as novas condições que a acolheriam pelo Ciclo do Despertar. Anya era difer ente? Sim. Mas agora ela era bem mais que isso... Simone O. Marques, autora das magníficas séries Paganus e Crônicas do Reino do Portal, nos surpreende mais uma vez com uma obra de peso, qualidade e incrível criatividade. Aproveitando-se de mitos encravados na psique humana, ela desenvolve uma trama arrebatadora, que o leitor não conseguirá soltar das mãos, ávido pelo desenrolar dos acontecimentos cheios de adrenalina e em ritmo alucinante de narrativa. Utilizando-se de figuras míticas, a autora trabalha, de forma genial, as relações sociais em sua obra. Discute-as em vários níveis, fazendo uso dos elementos metafóricos pertinentes ao gênero da Literatura Fantástica. É impossível não reconhecer, em suas personagens, os diversos tipos de arquétipos que moldam o caráter dos seres humanos. E o fato de estarem revestidos pela aura do fantástico, do imaginário e irreal, torna ainda mais gritante essa percepção, o reconhecimento e até a (auto?) ident ificação com tais arquétipos. 
Aborda as mudanças pelas quais todos passaram, visíveis ou não, relacionando-as diretamente a fatos fantásticos concretos e palpáveis, tornando-os identificáveis e de compreensão imediata ao leitor. E mesmo que não seja imediata, tal informação ficará gravada na memória, emergindo em seu próprio tempo. Junta-se a esse aparato técnico indiscutível a criatividade e talento natos da escritora para contar histórias, e temos o resultado ideal para o bom desempenho de um livro junto aos leitores. 
Os acontecimentos giram em torno da personagem de Anya e levarão, em seu rastro, toda uma concepção e visão artística, criada pela autora, de um dos mitos mais antigos e fascinantes da história da literatura: o vampirismo. Uma releitura dramática, poética, sedutora, inteligente e tremendamente atual, atingindo vários pontos da sociedade em seus diversos segmentos. E o pano de fundo escolhido pela autora é a cidade de Florianópolis, em Santa Catarina. Portadores, Mensageiros, Escravos, Tutores, Protetores, Caçadores, Justiceiros, Contaminados e Anarquistas invadem a bela Floripa, criando um painel fértil e constante de aventuras e acontecimentos inusitados. Todos eles desencadeados pelo Ciclo do Despertar, temido por uns e ansiado por outros. 
E para cada Despertar, uma nova série de relações se estabelece, uma rede intrínseca e irrevogável em seu ciclo contínuo, iniciado por um Mensageiro, e que arrebata seus 
protagonistas para uma nova condição de existência, em diversos níveis e comprometimentos. E é em meio aos acontecimentos desencadeados que Anya passa a concentrar ao seu redor o abrigo e a proteção, o amor e a devoção. Mas também despertará o ódio e a cobiça, a ambição e o desejo de matar. E a sequencia dos fatos provará, cada vez mais, a necessidade de Anya em se conhecer, ajustar-se a nova condição, mesmo indesejada. Encarar a verdadeira natureza por trás das “doenças genéticas”, que até então foram a desculpa perfeita para ocultar uma série de 
segredos sobre ela, sua mãe, e sobre as pessoas que agora invadem sua vida com a 
firme convicção de protegê-la... Ou destruí-la. 
Personagens masculinas de personalidades fortes e cativantes, elaboradas e complexas, orbitam Anya, cada qual desejando algo dela. Para o bem ou para o mal. 
Rafael, Alexandre, Dante, Daniel, Sid, Ivan, Renato, Edgar, homens que vão do desespero ao amor, do desejo a repugnância, do carinho a obsessão, serão responsáveis pelo desenrolar dos mistérios e segredos que cercam a vida da personagem protagonista. E cada nova revelação vem seguida de mais outra, em uma sucessão de acontecimentos que fazem seus protagonistas convergirem inexoravelmente para algo muito maior. E que poderá causar profundas e perigosas modificações no cenário da trama. Ou, nas palavras da autora, “... representa o perigo extremo para um e a esperança desmedida para outros...” 
Para Anya, o mar de tempestades e desejos que a invadem será a porta de entrada para a descoberta de uma vida de tentações e sacrifícios, de dores e prazeres, em vários sentidos. O Agridoce sabor da tentação atravessou seu caminho, e dele não há volta. E em meio a muitos perfumes, sempre estará impregnado o cheiro ácido da morte! 
Mistérios, paixões arrebatadoras, aromas insinuantes, desejos e ambições desmedidas nortearão cada um dos acontecimentos em Agridoce. O Despertar é apenas o início para Anya. E para o leitor... 
Tudo em Agridoce convida a descoberta dos desejos, ao explorar dos sentidos, é impossível negar seu apelo, resistir à sedução e ao encanto, envolvido em tenro sabor de chocolate. E não se surpreenda se, ao final, sentir-se também um “escravo”, totalmente entregue ao “portador” do Agridoce sabor de uma sedução. 
Tente resistir ao pecado da gula. Espero que não tenha sorte... 

Eventos

- I CONFRARIA FANTÁSTICA – dia 16/06 
- Bienal SP 

Link a venda 


LANÇAMENTOS



MODO




image

image
MANNEQUIM, Marcelo Lima 
Linha literária – Romance Juvenil

SINOPSE 

Tudo parecia perfeito na vida de Anne Sophie Wood após ser selecionada para o concurso mais famoso de Nova Iorque: A garota Mannequim. Porém a garota nem imagina que sua ex-melhor amiga Stacy Donavan é uma de suas concorrentes, além de ter a difícil decisão de escolher quem será o seu verdadeiro amor: seu melhor amigo, um modelo perigoso ou um fotógrafo que a deixa de pernas bambas? Com um enredo romântico, cheio de humor, pitadas de mistério e uma vasta invasão ao mundo da moda, Mannequim promete apaixonar os leitores com seus personagens irresistíveis. 

Dados sobre o livro:


Resenhas no Skoob 


Resenha: Minha vida Literária – 
Resenha: Leituras Vivas – 
Resenha - Livros e biscoito – 

Blog oficial da série - http://spothligth.wordpress.com/
TRECHO DO LIVRO 

É fácil querer voltar atrás e pedir a Deus que lhe devolva para os gloriosos anos escolares, quando sua suposta melhor amiga te manda abrir os olhos você descobre que está só de calcinha aos 13 anos de idade, no meio de outros monstros (meninos da mesma idade) a sua volta, rindo de você. (Realmente tenho pena desses garotos, aposto que quando me assistiram na Oprah ficaram morrendo de remorso de terem se tornado absolutamente os primeiros babacas da minha vida), ou pior ainda! – Descobrir no dia da sua formatura que o seu também suposto namorado perfeito está transando loucamente com a capitã das lideres de torcida (Stacey Donavan – atacando novamente!). No entanto, encontraria alguém muito especial aos pés de uma amoreira- dizendo que casaríamos, ou simplesmente, poderia estar com ele, enrolada em seu cobertor da sorte, olhando pelo terraço do seu apartamento as estrelas de Nova Iorque. - Esse era o Jim que eu acreditava conhecer. 

LANÇAMENTO: 

- Confraria Fantástica, dia 16 de Junho – PIER 1327, Vila Mariana – SP 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/

image
ANGELLORE, Gabrielle V. Ruas 
Linha Literária – Romance Sobrenatural

SINOPSE: 

Olívia Giacomelli é uma investigadora de polícia especializada em complexos casos de assassinato. Competente, ela sempre conseguira resolver com êxito cada um deles, nunca encerrando um crime sem solucioná-lo. No entanto, uma sequência de mortes misteriosas vinha ocorrendo desde 2007 sem que o assassino deixasse rastro. Sophie, uma jovem universitária perseguida por sombras sinistras, tenta superar a ausência da família que morrera num terrível acidente de carro no reveillon de 2008. Em busca por respostas, os caminhos de Sophie e Olívia se cruzam e ambas irão se deparar com uma realidade aterradora. Elas se veem em meio a uma batalha invisível que desde sempre era travada por seres imortais: os Angellores. Agora, elas estão num terreno obscuro e assustador, precisarão se arriscar para descobrir a verdade que mudará suas vidas para sempre. 

DADOS DA OBRA: 

Tratá-se de um gênero atrativo e de ótima recepção entre os leitores. No entanto, alcança um diferencial em relação a outras obras, não traz apenas o típico romance adolescente, mas tramas repletas de suspense, mistério e profundidade emocional por parte dos personagens. Não se volta estritamente para o público feminino, mas seu enredo foi construído de uma maneira que pudesse atrair também o público masculino, acrescendo à narração, doses de ação e lutas empolgantes. Angellore também conta com três focos narrativos em primeira pessoa, ao contrário dos outros livros do gênero, que costumam trabalhar somente com um foco. Sophie, uma universitária; Olívia, uma investigadora de polícia; e um narrador cuja identidade mantenho oculta durante toda a narrativa, no intuito de prolongar o clima de suspense. Essa possibilidade de outros ângulos na narrativa, além de convidar mais leitores, explora o enredo com muito mais eficácia. As criaturas-tema aqui são os ceifadores da morte (ou angellores, como são nomeados na história). Além de serem entidades pouco exploradas pela cultura em geral, são carregadas de um misticismo natural. Angellore possui grandes possibilidades de conquistar leitores de todas as idades e gostos. 
Angellore participou do evento "Duelo de Capas", do blogue "Desconstruindo as Palavras": 
x.html 
E teve um post especial no blogue "Criando Testrálios": 
Entrevistas nos blogues 
Descostruindo as Palavras: 
Livros Lovers: 
Beijada por um livro: 
Angellore teve destaque e posts de divulgação em 25 blogues parceiros: 


Existem cerca de mais 10 blogues parceiros em fase de adesão. 
Nos meses de Abril e Maio o blogue de Angellore (http://angelloreadivinaconspiracao.blogspot.com.br/)
Ganhou cerca de 115 seguidores nos meses de Abril e Maio (recebeu no último mês cerca de 3.315 vizualizações) e no Skoob, o livro passou a constar em 75 estantes. O Book Trailler do livro teve 200 vizualizações no mês de Maio. A página de Angellore no facebook recebeu mais de 80 "curtis" só na última semana. A autora recebeu convites, em Belo Horizonte, para lançar o livro no Diretório Acadêmico da Faculdade de Letras da UFMG e em duas bibliotecas públicas. 

TRECHO DO LIVRO

“...Amassei o bilhete e o arremessei na lixeira. Abri a geladeira e procurei por alguma coisa para comer. Nada. Eu estava com preguiça de cozinhar, então decidi pedir um sanduíche. Procurei pelo número de telefone da lanchonete e não encontrei. Bichano miou para mim debochadamente, como se soubesse da situação. Olhei para ele de cara feia. Teria de ir pessoalmente à lanchonete caso não quisesse dormir com o estômago roncando. Tentei afastar o desanimo, afinal o lugar ficava na esquina, a menos de dez minutos do meu alcance. 
Vesti um casaco e ganhei novamente a liberdade para a rua, que parecia deserta e mais escura do que o comum. Veloz, cheguei ao meu destino e pedi um sanduíche gigante. O estabelecimento já estava fechando quando ficou pronto. Paguei e rumei de volta para casa. 
Tudo parecia um pouco mais escuro agora. Uma leve neblina flutuava no ar, e o brilho das estrelas no céu parecia muito distante. As luzes dos postes à minha frente vacilaram, piscando por alguns segundos. Receosa, apressei o passo, enquanto observava as casas ao redor. Estavam tão escuras quanto a própria noite. Não havia ninguém. Escutei um ruído e apressei ainda mais a caminhada, com a súbita sensação de que estava sendo seguida. De repente, fiquei zonza. Apoiei-me em um poste e fechei os olhos. Um forte enjoo me acometeu, seguido de uma sensação de frio cortante. Então eu senti. Um odor terrível, de algo em decomposição. 
Apavorada, olhei para trás e vi que as luzes dos postes se apagavam uma a uma. Um cachorrinho que atravessava a rua foi violentamente arremessado para a calçada, morrendo instantaneamente. O terror percorreu meu corpo. 
Eu precisava sair dali. 
Agora.” 

LANÇAMENTO: 

- Dia 15 de Junho, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) 
Faculdade de Letras (FALE) 
Endereço: Av. Antônio Carlos, 6627 Pampulha - Belo Horizonte/MG 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/


image
ALGORITMOS SAGRADOS, Marcelo Pontes 

Linha literária – Romance Sobrenatural
SINOPSE: 

No ano de 1992, no dia 29 de fevereiro, duas crianças predestinadas nascem: Layla e Victor. Layla passa por todo tipo de sofrimento, pessoas queridas, morrem em acidentes bizarros, e a cada morte, uma nova cicatriz aparece em seu corpo. Victor ao contrário, tem uma vida perfeita, um garoto que nasceu incapaz de sofrer. 
Victor e Layla se encontram e se apaixonam, um amor sem limites. O romance tinha um destino certo, à felicidade, mas eles não sabiam que eram peças de um complexo jogo entre o bem e o mal chamado: Algoritmos Sagrados. 

DADOS SOBRE A OBRA: 

A saga Algoritmos Sagrados explora antigos segredos, sendo em sua totalidade mistérios da antiga cultura do povo de Israel, o universo cristão revelado em seus primórdios. O livro Almas Seladas, o primeiro livro da saga, descreve a vida contrastante entre seus personagens principais, Layla e Victor. 
Layla uma jovem gótica vive rodeada de dor, onde seus amores são ceifados, enquanto Victor tem uma vida rica, cheia de oportunidades e conforto. 
Pela ironia do destino eles se encontram, algo que parecia impossível, se torna realidade: um amor entre a tristeza e a felicidade. 
Uma história paralela ocorre dividindo a atenção do leitor: Rogério, chefe do departamento do CLA (Centro de Lançamento de Alcantara) descobre segredos que envolvem uma antiga força que, de forma invisível, influencia a vida das pessoas. 
O desenrolar da série intriga o leitor, através de um mistério nunca antes escrito em um livro, onde antigos personagens do folclore parece criarem vida, convivendo de forma íntima no mundo em que vivemos. 
As antigas perguntas sobre o bem e o mal serão respondidas, e o céu e inferno nunca mais serão os mesmos: esse é o universo dos Algoritmos Sagrados. 

DESTAQUES MULTIMÍDIA 

Um pico de 430 pessoas falando sobre a página e um total de 158 curtis por semana. A página vem alcançando um total de 60 mil pessoas graças ao efeito de virulência do Facebook. Todos os curtis recebem em seu profile o livro Algoritmos Sagrados como preferido. 

TRECHO 

Ao cruzar com Victor, ela virou-se e fixou seus olhos no rosto do rapaz. Neles, podia-se ver a ira e o ódio que dominavam o coração puro daquela garota. Victor que assistiu toda cena, não conseguia tirar seus olhos dela. Enquanto passava, o sol iluminou seu rosto realçando sua beleza. O tempo pareceu passar lentamente para ele. Os olhos verdes e brilhantes daquela menina eram penetrantes, um ar de mistério e perturbação tocara o peito do jovem rapaz. Assim como o fogo, parecia que ela poderia consumi-lo com aquele olhar. Layla virou seu rosto, mas Victor não desviou seu olhar. Ele abaixou seus olhos colocando a mão em seu peito. Surpreso, sentiu seu coração acelerar. 

LANÇAMENTO: 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/


image
SUA ÚLTIMA FLOR, Uole Silva 

Linha Literária – Romance Juvenil 
SINOPSE: 

Victor vive em busca do sonho de se tornar um rockstar. Seu caminho se cruza com o de Alice, uma jovem universitária, dona do coração mais puro que algum dia ele já encontrou. Uma obra que prende, faz chorar, rir e se emocionar de diversas formas e com um final minimamente surpreendente. Uma trama sobre o lado underground do pop-rock brasileiro. 

RESUMO 

A Rockbell passa pela primeira fase do campeonato e, sem que nem seus amigos de banda saibam, ele acaba se envolvendo com a empresária do evento. Seu mundo desaba quando descobre que não venceram o torneio. No fim das contas resolve levantar a cabeça, continuar lutando pelo seu sonho e resolver sua história com Alice. 
Novamente expressa seus sentimentos em forma de canção e fica no aguardo de uma resposta positiva. Enquanto espera, a empresária reaparece e fecham o contrato de dois anos. O único problema desse contrato era uma cláusula que impedia os membros da banda de se envolverem em um relacionamento sério, pois poderia interferir no crescimento e disponibilidade da banda em diversos quesitos. 

TRECHO 

Era início de Junho quando terminaram de gravar. Tiveram a segunda e a terça livre. 
Victor aproveitou para passá-los com Alice. Foram ao cinema na segunda-feira e viram três filmes diferentes. Na terça, estavam em sua casa deitados na cama de solteiro com as luzes apagadas e o computador ligado tocando uma setlist com todas as músicas em ordem aleatória. Com o braço esquerdo por baixo da cabeça dela, como se fosse um travesseiro e a outra mão acariciando seu rosto: 
— Amar é ter o amor de alguém como você. É o sonho de todo rapaz como eu, que nasceu na época errada. – olhava-a nos olhos. — Não tenho palavras para explicar o quanto me sinto bem quando estou assim pertinho de ti. – deu-lhe um selinho. — É como aqueles sonhos que a gente não sabe se é real ou se é sonho mesmo... Mas que não quer sair de lá, caso seja realmente um sonho. – sorriu. — É a água da minha sede, meu amuleto da sorte. – dava-lhe selinhos enquanto falava. — Minha flor rara que demorei vinte e poucos anos pra encontrar. 

LANÇAMENTO: 

- NOBEL Norte Shopping – RJ, dia 23/06 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/


image






















PRINCESA DE GELO, Thayane Gaspar 

Linha literária – Romance Juvenil 
SINOPSE 

Ela fugia do amor como algo necessário à sua sobrevivência..."Alessa não tinha um coração! Acredite, é verdade! Até nos momentos em que a adrenalina prevaleceu em seu sangue fazendo-o trabalhar mais rápido, ela o negou; deveria ouvi-lo bater ou ao menos senti-lo, mas era como se seu coração não fizesse mais nada além de pulsar o sangue para que o corpo, ligado a uma alma mórbida, continuasse respirando. 
Feitiço. Magia. Encanto. Poções. Bruxaria???

- Não! Apenas um coração e sua simplória maldição." 

RESUMO 

Alessa é uma menina que acredita estar vivendo -sem parar- a mesma peça de teatro, a qual ela é personagem principal. Diante disso, ela decide por um fim e tentar cometer suicídio. 
Eric, um aluno de sua escola a encontra minutos depois da tentativa e a salva. Alessa, mesmo depois de estar sã e salva, resiste a outro tipo de salvação. A salvação de que ela realmente precisa é da situação fria e inócua que ela possui no peito. Alessa e Eric se envolvem, enquanto ela tenta fazê-lo acreditar que ela nunca quis ser salva e que seu coração sempre fora e será de gelo, ele tenta fazê-la lembrar de que é ela quem escreve o roteiro da peça, e que o final só depende dela. 

TRECHO 

— Você não sabe nada sobre o que aconteceu. Você não sabe nada sobre mim! 
Bati com as mãos abruptamente na mesa de mármore que envolvia a pia, explodindo miçangas sortidas que em seguida correram pelas lajotas. Ele não se alterava. Por mais que quisesse ou devesse. 
—Eu apenas sei o que você me deixa saber. 
Ele desceu da pia sem fazer qualquer barulho, como se tivesse saído dali flutuando, de tão delicado que era quando o assunto era eu. Tornava-se deturpador montar uma cena em que Eric estivesse de punhos cerrados esmurrando alguém. 
—Eu não quero que você saiba nada de mim. 
Enfureci-me, afastando as mãos que se aproximavam de mim. 
—Então... Eu só quero estar ao seu lado pensando em como imagino que você seja. 
Três sons permaneceram incisivos em meus ouvidos: água que entornava da pia, a respiração nervosa de ambos, e a respiração de um coração. "Tum-Tum, você pode me ouvir, não?” Indagava ele por baixo da blusa de educação física de Lacrov. "Sim, eu posso te ouvir. E posso te sentir...” Já que o peito dele estava pressionando ao meu. 
O sabor metálico já era passado em sua boca. Só havia a saliva quente, que participava do constante movimento com o beijo. Amenizando os arrepios que eu pensava serem causados pela sua mão molhada em meu pescoço. Que mais tarde descobri serem provocados pelo beijo. 
Arrepios que exploravam cada célula inabitada do meu corpo. Arrepios que conseguiam persuadir qualquer criatura, até uma feita de gelo. 

LANÇAMENTO: 

- NOBEL Norte Shopping – RJ, dia 23/06 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/


image





















DESPERTAR, Hellen Pimentel 

Linha literária – Romance Juvenil 
SINOPSE: 

Maisie Thompson é uma adolescente americana nascida e criada em São Francisco, Califórnia. Após perder o pai aos sete anos de idade, deleta o fato de amar alguém, e aos seus 16 anos, nunca tinha namorado sério. E tudo isso parece mudar, quando em seu primeiro dia de aula na antiga escola, ela vê pela primeira vez, John Carter – um menino de belos olhos claros, cabelos negros e um sorriso encantador, que esconde mais que um segredo. Seu coração acelera, suas pernas tremem e ela simplesmente não consegue tirar os olhos daquela bela figura que se aproxima de sua mesa. Admitir que pudesse sentisse algo por aquele desconhecido era mais difícil do que ficar sem respirar, mal sabe que John carrega mais de uma descendência nas costas. 

TRECHO 

Como isso tudo pode estar acontecendo? Eu vi o garoto só duas ou três vezes na minha vida, e o que eu sinto consegue ser mais forte que tudo e qualquer coisa junto. Não sei se posso ser forte e aceitar isso, pois meu coração já sofreu por amor, e com um pouco de trauma ou medo e descrença, agora, não quero mais aceitar qualquer relacionamento que seja. Isso está errado. Tudo está muito errado. Eu não posso estar apaixonada por esse garoto. Eu não posso me ferir de novo, nem tentar enganar meu coração como na última vez. Mas quem sou eu para me enganar? O que tiver que ser, será, e eu não posso fazer nada contra isso, apenas esperar e acreditar, que um dia valha tanto a pena, quanto esperar. Enquanto isso, vou continuar apertando na tecla de que esse tal amor não existe... amor não existe... 

DADOS E EVENTOS


LANÇAMENTO: 

- NOBEL Norte Shopping – RJ, dia 23/06 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/


image
MARCAS INDELÉVEIS, Ahtange Ferreira 

Linha literária – Romance Feminino Adulto, selo Afrodite 
SINOPSE: 

“Ame e o amor a levará por caminhos, veredas, canções e emoções errantes, inimagináveis, incompreensíveis aos olhos dos loucos que não conhecem a lucidez da loucura de amar…”

Marcas Indeléveis é uma história baseada na realidade – amor, ódio, sexo, traição, violência doméstica, culpa e redenção.
Esther vive uma trajetória de perdas e frustrações e parece não aprender com os próprios erros… Após várias tentativas frustradas ela desiste do amor até encontrá-lo de maneira inesperada e nunca antes sentida.    

TRECHO 

Faltavam trinta minutos para o embarque, Esther sentiu uma dor não sabia direito porque, mas não queria ir, não o queria deixar. Uma lágrima subitamente lhe escorreu na face. 
— O que foi querida, porque choras? Machuquei-te? Tu te arrependeste? 
Com voz quase sumida a abraçou temendo ter feito algo errado. Sentia uma estranha vontade de proteger, amar aquela mulher que acabara de conhecer e que já amava. 
Como se nunca a tivesse deixado antes. 
— Não! Parece loucura, não sei explicar eu não quero ir, não quero te deixar. 
— Ah! Mulher da minha vida, sinto a mesma coisa, por mim ficarias comigo para sempre, vens comigo. Não vou largar-te nunca mais. Procurei-te por toda vida e agora quero-te mulher, para mim. 

LANÇAMENTO: 

- 09 de Junho, IESF, São Luís – MA 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/


image
AQUEÇA MEU CORAÇÃO, Nanda Meireles

Linha literária – Romance Juvenil
SINOPSE: 

Em “Aqueça Meu Coração” conhecemos Raquel, uma jovem estudante, e seus dilemas ao enfrentar o amor, a desconfiança e as mudanças inevitáveis preparadas pelo destino. Descobrindo que essas mudanças podem ser assustadoras ou excitantes, tristes ou cômicas e até mesmo a realização de sonhos ainda nem sonhados. 
Porque o amor está onde menos esperamos… “Bem, algum dia isso ia ter que acontecer, não é? Alguém um dia despertaria em mim aquela emoção romântica que toda garota anseia. Fiquei aliviada por perceber-me capaz disso e tentei não pensar em quem era o causador da emoção. Só porque ele foi o primeiro, não significava que seria o único, certo? Certo?” 

Público alvo 

Tendo como base os trabalhos iniciais da autora com o gênero, o público principal está entre os jovens de 13 até 24 anos. Entretanto também há um retorno muito positivo do público de maior idade. Os livros da autora podem ser tranquilamente indicados a todo leitor que aprecie um romance mais leve, mais realista e com tiradas divertidas. 

Resumo 

A história se inicia com a apresentação das dificuldades da jovem Raquel ao viver num bairro pobre da cidade do Rio de Janeiro. Sua mãe engravidou muito cedo e o pai sumiu no mundo sem sequer reconhecê-la. Após um trágico acidente, Raquel é amparada pelo amor e proteção da avó materna e do padrasto, um homem bom que a criou com orgulho e alegria. 
Uma grande, imprevista e muito suspeita promoção acontece trazendo mudanças para a pequena família. Uma delas é a necessidade de se transferirem para Porto Alegre. 
Revelações sobre um passado enterrado, situações difíceis que exigirão decisões dolorosas e as confusões de uma mente perturbada pela esquizofrenia temperam essa história emocionante sobre o perdão e o recomeço. 
O desejo da autora é tentar ressaltar os importantes laços familiares que veem sendo duramente abalados durante as últimas gerações; a consciência que nossas atitudes geram consequências, que a discriminação é reflexo do desconhecido e, principalmente, que as mudanças não precisam ser temidas. 
Tudo na vida muda, incluindo nós mesmos. 

Site oficial: www.fernandameireles.com
Conheça mais sobre a autora em: 


LANÇAMENTO: 

- NOBEL Norte Shopping – RJ, dia 23/06 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja/


image
DEPOIS DO PRIMEIRO BEIJO, Ana Carla Santos 

Linha literária – Romance Juvenil 
SINOPSE : 

Por ser imatura, Juliana não consegue se relacionar com os garotos. Virou piada entre as amigas que passam os dias arquitetando planos para arrumar um pretendente para garota. Então, ela conhece o senhor Hélio, um velhinho bonachão, que no intuito de tranquilizá-la, conta algumas histórias que falam de amor, encontros e almas gêmeas. 
As belas histórias despertam em Juliana o desejo de mudar. Apesar do medo e da insegurança ela toma a decisão de dar o seu primeiro beijo. Com a ajuda de Bia e Duda, suas melhores amigas, ela parte em uma divertidíssima caçada ao garoto ideal com direito a uma lista de possíveis pretendentes, belos lugares, eventos e atrapalhados encontros. Uma trama que envolve as delícias e desventuras de um amor puro, forte e eterno. 

DADOS SOBRE A OBRA

É uma comédia romântica suave e agradável, gênero pouco explorado na literatura juvenil atual, mas que possui seu público ávido por novidades. Além de ser uma leitura muito divertida, trata de conflitos de adolescentes ( medos , dúvidas expectativas, as primeiras experiências… ) e tudo acontece aqui mesmo em nosso país, numa aventura genuinamente brasileira valorizando nossas riquezas naturais. 

TRECHO 

Sentei na relva junto a um arbusto de uma belíssima flor cor de rosa, era uma espécie nova pra mim, comecei a observar os detalhes e a delicadeza de suas pétalas, Rafael sentou junto a mim. O vento soprou forte balançando o arbusto e espalhando o perfume das flores, fechei os olhos e respirei fundo absorvendo o doce perfume. A brisa suave acariciava delicadamente meu rosto. O correr melodioso da cachoeira trazia uma paz divinal. Ao abrir os olhos, vi que Rafael me olhava fascinado. Toquei em sua mão e o senti estremecer. Seus olhos refletiam o meu rosto, meu coração 
disparou enlouquecido. Meu corpo ardia de desejo, sedento por um beijo, e ele parecia ler isso em meus olhos. Instintivamente inclinei-me para frente. Ele acariciou o meu rosto, seu toque foi como o da mais delicada pluma. 
— Você é tão linda — ele falou hipnotizado. — Seus olhos castanhos são tão lindos, tão vivos, tão brilhantes. 
— Não tão lindos quanto os seus. 
Ele delicadamente pegou uma mecha do meu cabelo e enrolou entre os dedos. 
— Seu cabelo é tão macio tão perfumado. Você é toda linda. 
Eu estava nas nuvens, o momento estava perfeito para o meu primeiro beijo. 
Cíntia de um canto um pouco afastado nos olhava parecendo inquieta. Senti-me incomodada, não queria que aquele momento mágico fosse velado pelo olhar agourento daquela cobra. 
— Vamos sair daqui — propus. 
— Vamos — concordou com olhos reluzentes. 

LANÇAMENTO: 

- NOBEL Norte Shopping – RJ, dia 23/06 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja


image
O VOO DA ESTIRPE, Adriana Vargas

Linha Literária – Série, Romance Sobrenatural, selo Afrodite
SINOPSE: 

Um encontro entre a vida e a morte, entre os dois pólos, a presença milagrosa do amor – tudo passa a ter sentido… Clarice, solitária e questionadora, através de um pesadelo conhece o romântico Klaus, portador de uma doença terminal. De repente, ele passa a persegui-la em todos os lugares, trazendo à narrativa, um cunho de mistério e sensações intrigantes. Um livro rico em sentimentos que fará o leitor rir, chorar, suspirar e odiar durante toda a leitura. Uma afronta aos conservadores. Uma luz no final do túnel! Este é o primeiro livro da série – O Voo da Estirpe. 

DADOS SOBRE A OBRA: 

A maior mensagem deste livro é a forma sagrada como o verdadeiro amor tem o dom de modificar, não somente tudo o que há por dentro, mas o mundo ao seu redor. 
É um livro romântico; uma apologia à realidade, pois o leitor se identificará a todo tempo com Clarice e voará com os sonhos da personagem. 
O aprendizado com a obra é a abstenção do preconceito e a entrega incondicional ao amor. Neste primeiro volume, haverá uma transição, no final do livro, de romance para o sobrenatural, que regerá o livro II. 

TRECHO 

O quarto estava sombrio. 
A escuridão chegava a fazer sons em meu ouvido. Em poucos segundos fui tragada completamente para um lugar desconhecido. Demorei a identificar o que estaria acontecendo. Com dificuldades de respirar, algo me impedia de mexer o rosto e causava mal estar. Percebi-me sendo sufocada pelo travesseiro. Alguém entrara em meu quarto e tentava me matar. 
Retorci o tórax e, com as mãos livres, debatia-me na cama quase desfalecendo, engolindo o próprio sangue que descia pela garganta. Por um ato de misericórdia, o meu assassino soltou o travesseiro. Tive medo de encarar o tirano e ser surpreendida por novas tentativas de tortura. Num ímpeto de sobrevivência, levantei da cama e passei a correr; saindo pelas calçadas escuras. Escutava seus passos atrás de mim. A distância entre nós era curta, estava quase me alcançando. Tropecei algumas vezes, levantando-me pela vontade de conseguir escapar. Sem perceber o rumo tomado, fui parar em frente ao penhasco paradisíaco da cidade, logo atrás de mim, o assassino misterioso. De longe um clarão, alguém havia escutado meu grito e veio me socorrer. 
Ao se aproximar, por mais que tentasse, algo o impedia como se estivesse subindo em uma escada rolante que corria para a descida. Olhei-o pela última vez, era um moço alto que usava um paletó marrom. Seus olhos transpareciam impotência. Ele gritava algo que eu não podia ouvir. 

LANÇAMENTO: 

- Confraria Fantástica, dia 16 de Junho – PIER 1327, Vila Mariana – SP 
- Pré-venda na loja da editora - http://modoeditora.com.br/loja


image

PUBLICAÇÃO PARA 2013

image
OUTUBRO, Kamile Girão
Os momentos da nossa vida são como essas folhas. Eles nascem, perduram por um tempo e caem. Porém, outros virão. Sempre temos a chance de recomeçar do zero, de perder nossas folhas velhas e dar lugar às novas e mais belas. Temos a chance de esquecer os momentos ruins, de deixá-los serem levados pelo vento e dar origem a novos que serão melhores. E, aqueles que caíram e nos foram bons, a gente guarda no coração. As folhas velhas nunca voltam às árvores que as originou. 

Sinopse: 

“Você sabe o porquê das folhas caírem no Outono?" 
Shau desconhecia a resposta para aquela pergunta - até conhecer Kaero Morgan. E, naquele outubro de 2004, ele encontrou, no auditório da escola, aquela que lhe mostraria não apenas a razão pela qual as folhas abandonam suas árvores durante a estação que precede o inverno, mas que, também, ensinaria o rapaz de roupas largadas e desânimo constante a virar um homem. 
Outubro, 2013. Para Felipe Alves, seria somente mais um dia de árduo trabalho no hospital. Contudo, ao entrar no quarto 706, o jovem técnico percebeu que aquele não seria um mês comum. Após tantos anos, a vida finalmente lhe dera a chance de retificar os erros do passado e de livrar-se, finalmente, das folhas velhas que persistiam na árvore da sua vida.


image
Entrevista com Eduardo Bonito da
image
Primeiramente gostaria de agradecer a oportunidade de entrevistar o editor da Literata, que tão gentilmente cedeu seu tempo para responder essas perguntas.
image


1 - Quem é Eduardo Bonito? 
Sou escritor, editor chefe da Literata e membro da diretoria da ORDEM CULTURAL DOS HEADBANGERS DO BRASIL- OCHB . Um cara batalhador, transparente e parceiro. 

2 – Em que momento você passou de escritor para editor? Como foi este processo? 

Ao tomar um golpe de uma editora, resolvi entender melhor o mercado editorial. O meu intuito era ser autor independente e a coisa deu tão certo que acabei abrindo a minha editora. 

3 – No seu ponto de vista, como está atualmente o mercado editorial nacional? 

Tem espaço para todo mundo trabalhar. É complicado, porém, achar bons autores com ideias novas. Outro grande problema é que infelizmente muitas editoras ludibriam autores que sonham ter seus livros editados. 

4 – Qual tipo de leitura você mais aprecia e o que considera um bom livro para ser publicado? 

Particularmente gosto de livros de suspense e policial. A meu ver um livro para ser publicado tem que ter bom conteúdo e sempre um diferencial que nos prenda. 

5 – A aceitação dos e-books pelos leitores tem sido cada vez maior. Qual a sua visão sobre isso? Tem planos futuros de publicar neste formato? 

Acho os e-books legais. Eu acredito que eles vieram para ficar no mercado e já estamos analisando a possibilidade de editarmos neste formato. 

6 - O que é a Confraria Fantástica e qual a importância das parcerias? 

É um evento que eu sempre sonhei fazer. Foi criado junto com minha grande amiga e parceira Georgette Silen e com a grande ajuda da minha autora Susy Ramone. Além de lançarmos obras inéditas, trazemos autores já conhecidos no meio literário e novos também. Quanto a parcerias todos falam que eu sou o rei das parcerias (risos). Sempre achei válido somar com quem tem humildade e profissionalismo, e claro, respeito por seu colega de trabalho. Nunca enxerguei as outras editoras como minhas concorrentes. Quem me conhece sabe que sempre ajudei a todos e 
sempre preguei a união sem distinção. Cada um trabalha da maneira que achar melhor. Acredito que cada editora tem que olhar pra si e fazer a sua parte. Pensando desta forma eu busco somar amizades e não diminuir. 

7 – Quais são as suas expectativas quanto ao evento do dia 16 de junho? 

Acho que será um grande e divertido evento onde poderei conhecer pessoalmente meus novos parceiros e rever os antigos. 

8 – Fale um pouco sobre os eventos futuros da Confraria. Já tem as datas? 

Sim ,temos a bienal do livro em SP e estamos analisando as possibilidades de participar de outras bienais. Uma delas será a do Ceará e estamos programando outros eventos e lançamentos de livros. 

9 – Vou deixar este espaço para você falar um pouco sobre as publicações da Editora Literata e deixar um recado para o autor iniciante, que gostaria de ter o seu livro publicado. 

Estamos no ramo há cinco anos. Temos um nome a zelar. Graças a Deus batalhamos honestamente e estamos conseguindo alcançar nossos objetivos sempre com coerência, caminhando devagar. 
Na editora Literata o autor opina sempre de modo coerente. Nós lidamos com sonhos e eles têm que ser realizados da melhor maneira possível. 
Quem quer editar seu livro precisa pesquisar muito para fazer algo legal e diferente. Precisa estar pronto para receber críticas, principalmente as negativas, pois ser escritor é dar a cara a tapa. Não é fácil. 
Outra coisa que oriento é a não sobrevalorizar opiniões de muitos amigos quanto ao que você está escrevendo. Muitas vezes diversos pontos de vista referentes à sua obra atrapalham. Ao terminar o livro passe a um ou dois amigos ou parceiros apenas. Pesquise sempre ao mandar sua obra a 
uma editora, se a editora tem CNPJ , selo editorial e peça que envie um livro ou compre para ver a qualidade do material da editora. Fuja de agenciadores. Existem muitas editoras boas no mercado. Basta ter paciência e procurar com cautela. Cuidado, tem muito aproveitador que promete mundos e fundos a autores iniciantes e o sonho acaba virando um pesadelo. 
Agradeço a oportunidade, 
Eduardo Bonito

LANÇAMENTO DA LITERATA
image

ENTREGADOR DE BONECOS, Denis Lenzi


"Chegou a hora de acreditar em mim, quer você goste ou não. E, quando tudo acontecer, não sinta medo. O que irá ver é real, e não fruto de sua imaginação. "Eles" querem que você os leve para as crianças. Saberá onde encontrá-las. Os bonecos vão lhe mostrar. Confie neles. São seus amigos. Criei-os com todo amor, muito mais do que você pode imaginar. Se os bonecos pedirem sua ajuda, não recuse. Compartilhe-a com eles." Depois do estranho pedido feito por sua avó, pouco antes de morrer, David Forlin, agora sozinho no mundo, se vê diante de uma importante missão. Custasse o que custasse, cumpriria a promessa feita à avó: entregar os cinco últimos bonecos criados por ela às crianças eleitas, que viviam em diferentes estados da América do Norte. Nesta longa e obscura jornada de David, sempre acompanhado pelas lembranças de sua vida e de seu grande amor, ele tem a oportunidade de, na breve convivência com cada uma das crianças escolhidas para receber os bonecos, emocionar-se com elas e aconselhá-las, chamando sua atenção para os verdadeiros 
valores humanos e para o poder do amor, da fé, da esperança e do sonho. Uma verdadeira lição de vida. Por outro lado, nosso protagonista experimentará, também, momentos de perigos inimagináveis, que conspirarão contra a sua sorte. Esses episódios irão defrontá-lo com cenas de violência, tragédia e morte, onde parecerá incerto tudo o que o destino que lhe reservou. Em resumo, a história de David Forlin conduzirá o leitor a um mundo de aventuras, magia e suspense, convidando-o a participar de sua jornada, que, ao modificar...


Entrevista com MARINA AVILA, designer:
image

Marina Avila, talentosa e reconhecida por seu trabalho, que por muitas vezes, denomina o sonho de consumo de todo escritor – ter uma capa feita por Marina em seu livro. 
Parceira da MODO e criadora de diversas capas desta Editora, não poderíamos deixar de entrevistá-la e saber um pouco mais sobre esta Diva, parceira de nossa literatura, a ponto de 
sabermos um pouco mais sobre sua trajetória.


- Cite um momento em sua infância com ligação à arte. 
Creio que toda minha infância foi ligada a arte. Talvez fosse onde eu me escondesse da realidade. Alguns tem amigos imaginários, eu tinha pincéis. Às quintas-feiras eu tinha aula de pintura com uma vizinha, ela dava aula... ela dava aula da vida. 
Ao invés de brincar de bonecas, meu maior presente sempre foi receber canetinhas, lápis e papel. Gostava de formar revistas com as folhas sulfite, grampeá-las e desenhar dentro. Certa vez imprimi um catálogo da Barbie que tinha feito no Paint, passei cola no papel (como a laminação brilhante, pensa!) e grampeei tudo. O resultado final acabou eventualmente indo para a lixeira, onde merecia! Hahaha, brincadeira, mas ainda bem que as coisas melhoram depois da faculdade. 
- Como foi o caminho rumo ao reconhecimento profissional? 
Graças a algumas editoras que acreditaram no meu trabalho e leitores indicando o portfólio, consegui algum espaço, um nome. O começo foi bem lento, eram poucos trabalhos e imaginava que trabalharia com capas apenas por hobby, que isso nunca viria a se tornar minha profissão. A cada capa acabo deixando mais rastros por aí, como João e Maria. Não creio que já cheguei num reconhecimento grande, ainda é um público pequeno que conhece a profissão, mas com certeza, todos os livros que fiz até hoje estão formando um caminho. 

- Qual foi, e como foi sua primeira oportunidade de trabalho com as capas?

Foi a antologia Tratado Secreto de Magia, da editora Andross. Tinha enviado e-mails para muitas editoras e o editor decidiu arriscar esse livro comigo. No outro dia um modelo já estava no e-mail dele, de ansiedade pela aprovação. Até hoje é uma das minhas capas preferidas, tive liberdade completa de criação. A Andross também me ajudou muito, por sempre publicar antologias os autores começaram a conhecer meu trabalho, procurá-lo. 

- Como é ter um retorno fazendo o que se gosta?

É uma satisfação enorme trabalhar com as capas. Mas se quer saber, a satisfação maior é poder acordar no horário que meu corpo precisa. Trabalhei alguns meses numa editora e precisava acordar cedo, entre 6 e 7 da manhã. Muita gente deve gostar, mas para mim é uma pequena tortura. Hoje em dia, certas vezes, acordo as 9 da manhã, outras vezes as 5 da tarde. Essa liberdade é ainda mais satisfatória do que trabalhar com arte. Poder juntar as duas coisas não se pode ser chamado de trabalho, é mesmo quase um estilo de vida! Hahaha... 

- Como se sente após o término de um trabalho satisfatório? Como é olhar para um 
trabalho maravilhoso e você saber que quem fez aquilo foi você? 

É sempre muito bom ver o retorno dos leitores e autores, mas quando o livro sai com a cara que a gente imaginou, esse retorno é mega satisfatório. Fazer a capa de um livro é traduzir uma história de forma gráfica, pode ser bem difícil, às vezes! 

- Existe alguma tendência, inspiração ou influência nos trabalhos que faz? 

Antes de qualquer trabalho, uma visita ao Amazon.com é indispensável. As preferências gráficas dos brasileiros estão se tornando muito próximas dos americanos, por isso vários livros são trazidos para cá com a capa original. 
Compreender essa tendência de acordo com o gênero do livro leva as capas a serem bem aceitas, principalmente pelo público jovem-adulto (hoje conhecido como youngadult). Às vezes, não é o suficiente trazer algo bonito. Precisa, conforme meu antigo chefe, “dar contraste com os outros livros na prateleira”. Isso pode levar algum tempo de pesquisa, inspiração, compreender o que já foi feito e as áreas e estilos ainda pouco explorados, sem fugir do gosto do autor e leitor. São horas e horas buscando boas fotos nos bancos de imagens. 

- Tem algum projeto em desenvolvimento ou em mente. Fale sobre ele. 

Sempre gostei de escrever também. Um projeto em mente é um thriller tendo como cenário a segunda guerra mundial. Escrever, porém, é mais complicado e demorado que ser designer. Até agora não consegui ser uma story-teller, ainda estou na fase story-seller hahaha. 
- O que falta hoje, como um plus a mais em sua vida profissional? 
Seria legal poder trabalhar com as grandes editoras, livros Best Sellers. Mal consigo imaginar ter meu trabalho estampado nas vitrines de todas as livrarias, seria um sonho!
Como é seu dia-a-dia longe das capas? O que faz nas horas de lazer? 
Sou uma gamer assumida, a maior parte do tempo longe das capas é jogando algo no PC. Outra coisa que curto muito é a sétima arte. Filmes, histórias... É como viver disso. Minha história é praticamente formada por centenas, milhares de outras. 


- Como você recebe a admiração do público que admira o seu trabalho? Como se sente com isso? 
É fantástico, procuro sempre ver nos blogs se as capas estão sendo aceitas pra ver o que pode ser melhorado. É legal quando chega num ponto onde algum trabalho é totalmente aceito, de acordo com uma boa história, e essa parceria capista-autor faz uma edição esgotar rapidamente. É um trabalho backstage, os leitores identificam mais o autor e editora, por isso é estranho: na última Bienal de São Paulo algumas pessoas me apresentaram em alto e bom som para que as outras reconhecessem: “Marina Avila, Marina Avila das capas”. Caramba, pessoas que trabalham no 
computador são introvertidas, não façam isso! 

- Gostaria de dizer algo mais ou deixar algum recado ou mensagem a seu público? 

Gostaria de agradecer demais aos leitores que acompanham meu trabalho e, aos que 
estão conhecendo a profissão de capista hoje, convidá-los a visitar meu site: http://marina.fantasya.com.br


CAPAS FEITAS POR MARINA AVILA PARA A MODO EDITORA
image


CLUBE DOS NOVOS AUTORES – CNA
image
Ninguém conquista um sonho caminhando sozinho. Sempre existem momentos em que precisamos de no mínimo um sorriso amigo que nos ajude a continuar em frente. Agora, poder levar adiante um sonho comum, juntando forças com quem tem os mesmos objetivos – apesar das diferentes motivações – é ter certeza de não estar apenas construindo, mas transformando nossa realidade. Assim é o Clube dos Novos Autores: unir forças e lutar, para mudar a realidade a partir de nós mesmos. 
Em um país, onde a cultura de ler não faz parte do cotidiano da maioria, e onde cada um batalha, dia a dia, para garantir um futuro, sonhar em ser um autor é um tanto desanimador. Entretanto, o CNA traz a proposta de cooperação entre autores, dando apoio e orientação aos novos talentos 
que muitas vezes são sufocados pela falta de incentivo. Unindo autores de várias regiões brasileiras, o CNA os convida a retirar das gavetas suas obras e correrem atrás de oportunidades, abrindo seu espaço no mercado, interagindo com leitores e conquistando seu espaço. 

Como funciona? 

O Clube dos Novos Autores - CNA começou com a escritora Adriana Vargas. Inicialmente idealizado como um blog pessoal, quando tudo não passava de um sonho e tinha o nome de “O diário de uma poetisa”. Com o passar do tempo novos autores se juntaram ao mesmo sonho, nasce então “O CLUBE DOS NOVOS AUTORES”. Criado para que haja cooperação entre autores de várias regiões brasileiras, diante do mercado literário. O objetivo é divulgar, promover e retirar das gavetas, talentos escondidos. 
Em um país que pouco se lê, o CNA recebe os novos autores, que encontram apoio e recebem a oportunidade de serem lidos e divulgados, por meio de parcerias que abrem portas, lhes apresentando ao mundo literário. 
Construir sonhos e torná-los realidade é a nossa meta! 

Revista

O CNA tem entre seus projetos a criação de uma revista literária, onde pretende expor, de forma física o que já faz no mundo virtual. É um projeto ambicioso, se levar em consideração o tempo de vida do CNA, mais de nossos sonhos. O Clube sabe que tem conteúdo e tem um time de novos autores com talento. A aposta é justamente nesse talento, que além de escrever atua em diversas áreas de conhecimento. Em breve a equipe será montada e a nova empreitada iniciada. Entrevistas, dicas, eventos, lançamentos, entre outros assuntos de interesse da comunidade. 
É mais um sonho que vai se tornar realidade.

Para participar, envie-nos por email sua proposta para ser analisada: 
- "L da LAP" lhaisafics@gmail.com 
Antes, porém, seu livro deverá: 
- ser aprovado 
- estar revisado por profissional 
- estar diagramado 
- estar com capa exclusiva



BOOKTOUR DO CNA

image
Blog Organizador
Blogs Participantes 
A organizadora ainda está recebendo algumas inscrições. 

Livros 

Almakia - a vilashi e os dragões; 
Devoy I - Kassan; 
Agridoce; 
Deuses do Mar; 
A Rainha da floresta e a Rainha da Floresta e a Deusa da Terra; 
Encontro na Noite; 
Socorro, meu príncipe virou sapo; 
Carmela e Lorenzo; 
Os filhos do tempo; 
Tallek- entre os universos. 

PRÓXIMAS METAS

- CNPJ 
- Loja virtual 
Parcerias 

Política para blog 

Email - "L da LAP" lhaisafics@gmail.com 

CONTATOS 


GRUPO DO FACEBOOK – 


PÁGINA NO FACEBOOK – 


SKOOB 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout por Flavinha Garota de Aquario

Design by Emporium Digital