Há uma clara diferença entre ajudar e ser escravo...


"Muito bem...

Vim aqui falar um pouco sobre servir e ser escravo...

Esse texto não tem intenção de moralizar ninguém, nem de pedir para que se encaixem ou não a um dos grupos citados, ok? É apenas algo que já venho observando há algum tempo.

Poder servir alguém é algo maravilhoso, demonstra até humildade. Mas é claro, quando se faz simplesmente com a intenção de ajudar o próximo, e não por benefício próprio. 
Eu mesma recebi a dádiva imensa de cruzar com muitas pessoas assim, e continuo cruzando, todos os dias. 

Isso, é claro, me deixa muito feliz, pois possibilita que muitos deles sejam meus amigos.

Admiro mesmo os que gostam de se fazer útil para os outros, o que não é nada fácil, levando em consideração o enorme individualismo do mundo moderno.

Para mim, o servir nesse sentido é sinônimo de solidariedade, e em nada agride a imagem de quem o pratica, muito pelo contrário, faz um bem enorme.

Por outro lado, a escravidão...

O nome já sugere algo horrível, sujo, humilhante.

Quando se é escravo, não é possível esperar igualdade. Há sim o ser maior, o que comanda, e o ser inferior, que caso não obedeça, é punido.

O tipo de pessoa que procura um escravo é um individualista, egoísta, que suga como pode as capacidades físicas e/ou mentais de outros.

Não estou dizendo que são pessoas horríveis, sem nada de bom. Muitas delas até fazem meio inconscientemente, carregam isso da criação e não tiveram alguém que os orientasse, alguém que dissesse que não é uma boa atitude. Mas não muda o fato de que o que fazem é errado.

Este grupo especificamente dificilmente faria pelos outros, o que pedem para que os outros façam por ele.
Certo, agora que apresentei os dois grupos, cheguei aonde queria.

Chamarei o primeiro grupo apresentado de amigos solidários e o segundo de amigos sanguessugas.

Já começaram a entender?

Muitas vezes acontece de esses dois tipos de pessoas se encontrarem. E a “amizade” começa, por simples e puro interesse.

O sanguessuga pedindo desesperadamente por diversos favores e o solidário, ao menos de início, acatando a tudo com satisfação. Afinal, é tudo por um amigo, certo? Por natureza, não seria capaz de negar ajuda, ainda mais se fosse necessária mesmo. Não poderia ser algo ruim ajudar a um amigo, ou poderia?
Poderia...

Veja bem... Esse tipo de amizade não é boa, ao menos para uma das partes. O solidário acabará sempre, mais cedo ou mais tarde, se sentindo usado, humilhado e magoado. Então, a “amizade” desaparece.

Então, aos solidários de plantão, se algum amigo pedir muitos favores, para depois lhe tratar como um funcionário, e sequer agradecer depois (não que você faça isso para ganhar a gratidão de alguém), desconfie!

Há uma clara diferença entre ajudar e ser escravo, e muitos não enxergam.

Se estiver com medo de falar para o amigo que ele está lhe magoando, e que o que ele faz, a seu ver, é errado por medo de acabar com a amizade, não fique. Faça o que achar certo. Pese os acontecimentos. Pense sobre o que seria a essência da amizade para você. Se quiser seguir em frente com a amizade, ótimo, se não, também não há problemas. Você teve motivos para tomar esta ou aquela decisão.

De novo, vale lembrar que ajudar é bom, mas se preserve. Veja se é saudável para você, se você está feliz fazendo-o e se a pessoa realmente foi sincera.

Até a semana que vem, queridos."

Beijinhos!
Mari

3 comentários:

Appromances qui dez 08, 09:25:00 AM  

Sabe amiga, eu já estava me sentindo assim e foi muito bom ler o seu texto para dá um basta ^^

Beijos
Luciana - Apaixonada por Romances

Adriana Brazil qui dez 08, 10:57:00 AM  

Oi mari! ótimo texto!
Pra mim amigo é tão complexa a palavra, amigo é amigo e não um interesseiro! Aliás, não suporto gente interesseira!
adorei!
bjs

Luh Figueiredo,  sex dez 09, 11:00:00 AM  

Mari, amei o seu texto!
Muito bom mesmo... Parabéns!

E esses "conselhos" que vc colocou no texto, se encaixa muito bem em coisas que vem acontecendo com nossos amigos blogueiros, espero que todos leiam, pois com certeza vai ser util de alguma forma para cada um...
Parabéns mesmo Mari, espero que venham muitos e muitos textos seus...

Bjo ate mais...

Luh Figueiredos
Biblioteca da Luh

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout por Flavinha Garota de Aquario

Design by Emporium Digital