A Grande Aventura - "A Lenda" - Luiz Amato



Sinopse

"A Lenda" é ambientada na Europa do século XX, entre as décadas de 30 e 40, em um misto de aventura, ficção e muita ação. Você irá aventurar-se por antigas masmorras e corredores sombrios, junto com o Professor Doutor em Arqueologia da Universidade de Oxford, Bill Watters, e seu grande amigo, o indiano Sajih; conhecerá a luta de padre John contra a "Peste" no sudoeste da Inglaterra no ano de 1420; acompanhará a descoberta de antigos e reveladores manuscritos por um grupo de padres, baseados em Roma, que têm a função de desvendar mistérios e lendas; ficará intrigado com o relato que narra à vinda dos semeadores universais nos primórdios dos tempos ao planeta Terra, iniciando o processo de criação da humanidade. Enfim, você irá surpreender-se com ambientes, situações e personagens que serão difíceis de esquecer. 


Posso iniciar essa resenha dizendo que é fascinante a forma criativa e sem limites (uma peninha não poder revelar), que o autor nos leva a participar dessa grande aventura.

A história se inicia na região sul da Itália em junho de 1937 onde um tremor de terra abala uma parte dessa região enquanto outras localidades continuam no seu ritmo normal, como se nada tivesse ocorrido.

Mas, na pequena aldeia de Bordo della Paura (ponta do medo), após o tremor uma enorme fenda se abre indo diretamente até a gruta di cane (gruta do cão), e os boatos e o medo sobre a lenda de que lá habitam entes malignos ressurge.

Esses boatos espalham-se rapidamente e o pároco da cidade mais próxima a aldeia, padre Lino preocupado com a situação solicita a ajuda da igreja católica de Roma onde, entre suas diversas atribuições e funções possui uma área conhecida como "Setor das Lendas".

Assim monsenhor Giulio convoca o padre Ângelo (responsável direto pelo setor - gostei tanto  que gostaria de fazer parte dessa equipe rs) que designa ao padre Lazlo e ao padre Paulo (membros da sua equipe de estudiosos) a "missão" de desvendar os mistérios que rondam a gruta.

Os padres acabam descobrindo alguns ossos, uma bolsa e dois manuscritos, que após um exaustivo trabalho um deles é finalmente decifrado e relata a incrível história dos semeadores universais, quando chegaram a terra, nos primórdios dos tempos

Porém, o segundo manuscrito traz uma mensagem surpreendente que os leva diretamente ao Dr. Bill Watters (o bem-humorado e renomado arqueólogo de Oxford) e seu amigo Sajih especialista em número, códigos, enigmas e cálculos matemáticos, que ao receberem o manuscrito e decodifica-lo, nos levam as profundezas da terra onde as descobertas, o suspense e o perigo estão sempre presentes aumentando a nossa ansiedade... Mas, afinal qual ligação haveria entre os semeadores e as curiosas descobertas do Dr. Bill?

Apesar de ter uma "teoria" a respeito dessa ligação, terei que aguardar (com ansiedade) "A Jornada" e "A Revelação", para saber se estou no caminho certo.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout por Flavinha Garota de Aquario

Design by Emporium Digital