O Menino que gostava de Escrever


Foram-se alguns anos desde aquela época em que o menino de olhos tímidos batia os dedinhos firmes na máquina de escrever que ganhara de sua tia. O cheiro da tinta na fita, o barulho das hastes ferindo o papel, tatuando ideias inocentes de uma infância em sua última fase... sensações gostosas daqueles primeiros momentos de criação!
O menino gostava de escrever!
A leitura espantava seus bichos-papões, a escrita criava outros tantos... outros tantos que viviam num mundo distante do seu, de onde não poderiam perturbá-lo. Pois naquele mundo, o menino se transformava no dono desses bichos-papões e poderia fazer deles, o que bem entendesse...
 
E assim o menino foi crescendo. Virou moço, virou homem, virou escritor. Escreveu um livro e mais um e outro e outro...  
A velha máquina de escrever foi abandonada e aquele cheiro gostoso da tinta e o barulho das hastes no papel, agora permanecem apenas em seus sentidos quando fecha os olhos, com as mãos sobre o teclado do computador buscando inspiração.
Isso acontece agora, neste momento, quando o escritor tece um texto para se apresentar ao público deste Blog, ao qual foi honrosamente convidado por Márcia Rios a participar com alguns escritos.
Ele fecha os olhos, sente o cheiro da tinta, expulsa os bichos-papões (eles sempre existem) e lembra-se daqueles tempos do menino que gostava de escrever.
Ah, menino! Deixe suas ideias fugirem pro papel! Solte essa emoção que bate em seu peito, transforme as lágrimas em poesias bonitas, daquelas que faz a gente rir de emoção ou chorar de alegria! Toque seus dedos com vigor nessa velha máquina de escrever que o tempo não destruiu! E agradeça aos céus pela beleza do tempo! Porque hoje seus escritos já não ficam mais amassados, perdidos entre pilhas e pilhas e pilhas de outros sentimentos... 

O texto termina e o escritor está prestes a postar.
Respira fundo.
Toma um gole de café.
Sorri.
Imagina o menino satisfeito jogando centenas de cópias datilografas ao vento, no meio de uma multidão de leitores – amigos anônimos ou não, seres incríveis que perpetuam a existência do escritor quando correm os olhos pelos sentimentos transformados em palavras...

Essa linda apresentação é do meu querido amigo e autor Libério Lara a quem agradeço de coração ter aceitado meu convite de parceria e brindar vocês semanalmente com seus lindos textos, poemas, crônicas.

Conheci o Libério através da minha linda amiga-irmã-de-coração que também é autora e parceira do blog Adriana Brazil (nossa Dri), onde convidou algumas amigas em comum a ler Um Dia em Nossas Vidas após ter ficado encantada com a história.

E, acabou que todas ficaram apaixonadas e levaram aos seus respectivos blogs a resenha de Um Dia Em Nossas Vidas. Deixarei o link logo abaixo junto a seus depoimentos gentilmente feito para essa apresentação tão especial.

Então vamos conhecer um pouquinho mais sobre o livro e seu autor.


Edição do Autor
ISBN: 978-85-7953-081-4

Um Dia Em Nossas Vidas

Paula e a filha Lívia vão juntas à uma sessão de autógrafos de um escritor que havia lançado o romance do momento. Antes de dar início ao evento porém, o escritor fala sobre seu romance e conta uma história emocionante, a história de um dia em sua vida. Passeio no Parque de Diversões, poesia escrita dentro de um táxi, pôr-do-sol admirado dum mirante, uma noite mágica de amor na histórica Ouro Preto ajudam a tecer o romance vivido por um engraçado designer gráfico e uma linda modelo que fizeram de um dia, uma história inesquecível. Além da delícia do texto, Libério Silva Lara encerra a obra "Um Dia Em Nossas Vidas" de uma maneira fantástica e surpreendente.

A identificação com Um Dia Em Nossas Vidas foi imediata, viajei nessa deliciosa aventura divertida, poética, romântica, mágica de um único dia que até a sua última página fez com que eu tivesse mais um dia inesquecível em minha vida.

Onde nasceu, viveu e vive hoje?
Nasci em Pará de Minas, no centro-oeste mineiro. Morei dos 18 aos 21 anos em Belo Horizonte, depois retornei à minha cidade natal. Vivi um período no nordeste, onde conheci pessoas excepcionais com as quais aprendi muito sobre humanidade e generosidade. No início de 2010 me mudei para Uberlândia, uma cidade do Triângulo Mineiro que me fascina e que me presenteou com duas amigas das quais jamais me esquecerei. Hoje vivo em Belo Horizonte, onde trabalho com publicidade e escrevo crônicas semanais para o Jornal Ponto, de Piumhi – MG.

O que te despertou para a Literatura?
Minha tia Lêda foi uma grande culpada. Recordo que ela tentava me alfabetizar quando eu tinha quatro anos, desenhando as letras para que eu as copiasse. Mais tarde ela sempre me presenteava com livros e eu adorava. Meu primo Flávio (que é um escritor extraordinário) também fez com que eu me apaixonasse pelo mundo da literatura ao me apresentar as obras de Marcos Rey, Agatha Christie, Rubem Fonseca, Ganymédes José e Stella Carr.

Todo escritor (ou quase todos) lêem muito. Qual tipo de literatura você gosta?
Apesar de ter uma facilidade maior em escrever poemas e romances, eu não tenho um tipo de literatura preferido. Estou devorando obras científicas que falam da linha tênue entre física quântica e religião. Antes disso, reli “Grande Sertão: Veredas” de Guimarães Rosa e “Leite Derramado” do Chico. Na verdade, a literatura que mais gosto é a que me prende, seja ela qual for.

Um Dia Em Nossas Vidas foi escrito em 2004 e publicado somente em 2009?
Sim. O original foi escrito em meados de 2004, mas infelizmente não consegui publicação. Em 2009 ele foi publicado através de uma editora independente. Essa publicação fez com que algumas portas se abrissem para mim no meio literário.

Um Dia Em Nossas Vidas inicia com uma divergência de opiniões se a história relatada é verídica ou fictícia, e por incrível que pareça o mesmo vem ocorrendo com seus leitores, você pode esclarecer essa dúvida?
Um Dia Em Nossas Vidas é uma obra de ficção. Mas o livro foi escrito em 2004 pelos mesmos motivos que o personagem central publicou “Paolo e Chiara”.

Para ficar mais próximo dos seus leitores, você está construindo um site vinculado ao seu blog. Fale um pouco sobre eles?
Sim. Através do meu site o leitor terá acesso aos meus contatos, músicas que compus, sinopse dos meus livros e onde encontrá-los. Haverá também um link que apresenta as empresas que me apoiam e um outro link que remete o leitor ao meu blog, que pretendo atualizar diariamente com temas que tratam do cotidiano, desde sugestões culinárias a poemas escritos por mim. Segundo Igor Gottschalg, o web designer responsável pelo site, ele entra no ar até o próximo final de semana.

Em sua opinião, os blogs literários ajudam na divulgação de autores desconhecidos?
Com certeza! Eu tenho sentido isto com Um Dia Em Nossas Vidas. Sinto uma cumplicidade descomunal entre os blogs, principalmente quando se trata de autores nacionais. Há uma interação fantástica e mágica entre os blogueiros. Em menos de três semanas, Um Dia Em Nossas Vidas foi exposto de uma forma muito carinhosa em cinco blogs. Conheci pessoas maravilhosas e tenho a honra de fazer parte do “Apaixonada por Livros”. Fui apresentado a novas editoras e estou aprendendo muito. O universo foi muito generoso comigo quando colocou Um Dia Em Nossas Vidas nas mãos da escritora Adriana Brazil.

O que você acha do mercado editorial para os novos escritores?
Eu estava tentado a responder cruel (risos). Porque muitas vezes me senti desanimado para continuar, apesar de nunca ter pensado em desistir. Bruno Quirino, ao prefaciar Um Dia Em Nossas Vidas escreveu: “ O autor tem a mesma coragem do personagem. Pois se meter a publicar um livro num país que não valoriza a leitura equivale a arriscar-se por um amor impossível”. Nesse ponto, a questão não está relacionada ao mercado editorial e sim, à cultura do brasileiro, que por vezes opta por outros prazeres. Existem editoras alternativas que podem abrir as portas para os novos escritores. Existem os blogs literários que dão um suporte maravilhoso ao autor emergente, quando aprovam suas obras. Acho que o segredo é não desistir jamais. Se o escritor tem potencial, ele deve trabalhar, enfrentar os obstáculos e nunca, nunca, nunca desistir. Pode demorar, mas com certeza sua hora vai chegar.

Você tem outros livros concluídos, quais?
Além de Um Dia Em Nossas Vidas (2009), tenho a coleção infantil A Princesa Gabriela e a Fadinha Plim Plim (2010), pequena (2010) e A Cura (2011).

Quais são seus planos para o futuro?
Poxa, são muitos! (risos)

Libério Lara por Libério Lara.
Uma gota d´água cheia de ideias, de sentimentos e de amor pelo oceano.

Um sonho?
Entrar no cinema um belo dia e assistir um filme chamado Um Dia Em Nossas Vidas. De verdade.

Um autor?
Guimarães Rosa

Um livro inesquecível ( sem ser o seu rs)
Obrigado! (risos) “Grande Sertão: Veredas”. Perdi a conta de quantas vezes li esse livro.

Um hobby
Cozinhar

Um vicio
Ler

Uma virtude
Generosidade

Eu amo...
Uma menininha de oito anos chamada Gabriela Campos Lara (minha filha) e um baixinho de dois anos chamado Gabriel Lara Silva Trevizani (meu sobrinho).

Algo que fez e faria duas vezes na vida
Passar uma noite inteira de segunda-feira num barzinho ouvindo MPB na companhia de bons amigos, mesmo sabendo que terei compromisso logo cedo.

Algo que fez e não repetiria.
Perder o compromisso por causa disso. (risos)

Links para:
Adquir Um Dia Em Nossas Vidas

Adicionar o livro aos seus favoritos na estante do Skoob

Tornar-se fã do Autor

Site do autor
www.liberiolara.com

Como mencionei anteriormente encerro com o depoimento das minhas lindas amigas e dando as boas-vindas ao meu novo e querido amigo/autor/parceiro.

Adriana Brazil
Não sei o que o Libério pensava quando por um tempo "escondeu" essa obra-prima!
Ainda me pergunto, onde ela estava escondida! Seu livro precisava pertencer aos inesquecíveis,
senão saísse da gaveta, sempre haveria um vazio na minha estante de favoritos!

Fernanda Meireles
Mais de 70% dos livros que leio são de autoria feminina.
Não é segredo que sou apaixonada por romances e sendo esse o gênero que mais leio, raramente esbarro com um bom escritor.
Na minha opinião particular, Libério Silva Lara sabe narrar um bom romance.
Com uma escrita fluida, as páginas passam sem serem percebidas e o final surge ao lado de uma sensação inevitável de "quero mais".
Amei conhecer essa linda história. Conheça também!

Mariana Brito - Tijolinhos de Papel
Fiquei encantada com a leveza da história, que é super fofa e te deixa com um sorriso bobo estampado no rosto. Me diverti muito com as tentativas do personagem principal fazer sua "amada" sorrir. Um dos poucos livros que li em um dia só e não me senti sobrecarregada!! Agradeço pela dica das meninas e por terem me possibilitado essa leitura! Recomendadíssimo!

Márcia Paiva - Segredos que Ferem
Li Um Dia Em Nossas Vidas , não uma, mas duas vezes. Não pensem que foi porque li sem prestar atenção na primeira vez. Ao contrario, li com atenção excessiva, porque a história é leve, apaixonante. Tem de tudo um pouco, mas na medida certa, romance, humor, ternura e até a tristeza, tudo na dosagem exata .O autor tem um escrita simples, clara e envolvente. Só tenho de parabeniza-lo pelo belíssima obra, e agradecer por ter me proporcionado o prazer de lê-la. Obrigada! Liberio vc é um Talento Nacional!

8 comentários:

Márcia Paiva. dom jun 26, 05:22:00 PM  

Uau rs. Nem sei por onde começar!
O pequeno conto é lindo, sua apresentação foi magnifica miga.
E a entrevista Show!.Parabéns a nova parceria, vou ler todos os contos e cronicas. Sou fã do Libério. Vcs são merecedores de todo sucesso do mundo. Bjão.

Adriana Brazil dom jun 26, 11:14:00 PM  

OMG!
Minha amiga-irmã-chicletim trouxe mais de um dos meus autores favoritos!! Já to ficando chata dizendo que o livro dele é lindo, a história maravilhosa e o autor uma simpatia! Mas é tudo isso, fazer o que ne?!
Ahh adorei o sonho dele! Quem sabe nesse dia, divida o painel dos cinemas, com Outono de Sonhos EM CARTAZ, ao lado de Um dia em nossas vidas?! Ah que lindo!!
Esse dia chegará, tenho fé em Deus que vai!
Marcinha, vc ARREBENTOU!!!
Libério: se prepara, foi assim que tudo começou na minha vida, hoje meu livro tá por aí, graças a Marcinha, que fez o mesmo comigo! Ah, ela só faz isso para OBRAS especiais!
Deixa eu terminar esse testamento, sorry, me empolguei rs
Bjks

Mari Sampaio seg jun 27, 10:42:00 AM  

RS! LINDA sua apresentação Libério!!
Sabe, o suporte para obras literárias vindas de blogs, não é pra qualquer autor, mas para aqueles que escrevem com qualidade!
Seu livro realmente me agradou, e volto a repetir que me senti honrada pela Dri me convidar a ler esse livro!
Parabéns!

Beijinhos

PS: Não vou perder uma coluna sequer com os textos do Libério! Ele escreve super bem!!!

Geovane Garcia seg jun 27, 03:34:00 PM  

Oi liberio, aqui é o Geovane, seu amigo de infancia de Para de MInas , e ja fomos ate socio de uma agencia de publicidade,voce ta lembrado ne?
e agora to vendo seu sonho realizar com as publicaçoes do seus livros, parabens e pode ficar tranquilo que pelo o que eu estou vendo voce ta no caminho certo...
agora falar dessa hitoria maravilhosa de UM DIA EM NOSSAS VIDAS, como se diz na minha cidade , é chover no molhado.....rs
é lindo , é maravilhoso,é gostoso....é fantastico,....rs

Parabéns e muito sucesso...

brassssss seg jun 27, 05:13:00 PM  

É meu amigo Libério com certeza arrasou nessa maravilhosa história de UM DIA EM NOSSAS VIDAS. Libério é muito facil de falar dele. É um cara bacana,simples, e muito mais muito sonhador. mais na vida tudo pode nascer atrávés de sonhos. por isso acredito muito mais muito mesmo que o libério um dia sera uma pessoa muito famosa e reconhecido por todos que curtem o maravilhoso mundo da literatura. acho que na vida para gente ser feliz tem que se fazer o que a gente gosta. se todos agissem assim creio que o mundo seria muito mais feliz e perfeito. e o Libério pelo que conheço dele desde pequeno. ele age assim. so faz o que gosta. e é disso que ele sempre gostou ler, tocar seu violão e criar belos contos. e foi através destes contos e de todos os seus sonhos que ele transformou tudo em uma brilhante historia de UM DIA EM NOSSAS VIDAS. Parábens Liberio Lara e muito sucesso na sua carreira de escritor.

e como dizia nosso famoso Renato Russo. Venha o que venha é perfeição!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Livros minha Terapia seg jun 27, 09:14:00 PM  

Gentee o que é a Márvia em nossas vidas?!!? Não exagero em dizer que ela é um anjo realizador de sonhos disfarçada!!! Então Libério se prepara que sua hora vai chegar ... lindo o conto e linda a apresentação !! Estou lendo UM DIA EM NOSSA VIDAS !! adorandooo mais uns dias e coloco a resenha lá no Blog! Ahh já coloquei divulgando lá no Blog.. bjks

Libério Lara qui jun 30, 12:22:00 AM  

Dri, Fernanda, Mariana, Márcia... dizem que é difícil deixar um escritor sem palavras. Pois bem, vocês conseguiram! Eu só consigo dizer que amei os depoimentos de vocês! Agradecer pelo carinho sempre será pouco...
Geovane, como não se lembrar da Eureca!?rs Ótimos tempos. Valeu, amigo!
Brass, valeu pelo comentário! Saudades
Fernanda Figueiredo... espero de coração que curta Um Dia Em Nossas Vidas...
E... Mooomis! Eu serei eternamente grato à Dri, não só por tirar UDENV da gaveta, mas também por me apresentar a pessoas maravilhosas como você!
Como a Fernanda disse, Mooomis é um anjo disfarçado! Conte sempre com seu amigo e saiba que estou imensamente feliz em poder fazer parte do APX!
Beijo a todos

Ana Luiza Rosa qui out 13, 06:04:00 PM  

Adorei a crônica! O escritor falando de si próprio(foi o que pareceu *-*) quando era pequenino, e agora virou este autor ótimo!
Quero muito ler UDENV, não vejo a hora do livro chegar aqui com Book Tour! Os depoimentos e comentários de todas essas girls, só estão me atiçando!
Gostei muito de saber mais um pouquinho sobre o autor!

beijo,
Aninha - Ofício dos Livros

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout por Flavinha Garota de Aquario

Design by Emporium Digital