A União faz a força!

A Besta dos Mil Anos

Uma das sete peças que faltam para completar a Tapeçaria do Apocalipse, elaborada no século XIV e exposta no Castelo de Angers, na França, a de número 75, que traz a Besta aprisionada por mil anos, tem seu paradeiro afinal descoberto no Brasil, mais provalvelmente numa favela do Rio de Janeiro.

Um jovem pesquisador alsaciano e arqueiro é designado para resgatá-la. Para tanto, contará com a ajuda de uma jovem e destemida repórter brasileira. A missão não será nada fácil. Ao contrário do governo francês, que ambiciona exibir a conquista ao público, uma poderosa seita satânica do mesmo país também tem interesse na volta da relíquia, no caso, para glorificar o altar de sua sede. Tais interesses entram em conflito com a ambição de um certo contador, apaixonado por um astróloga, que se torna milionário e almeja decorar com a obra a mansão que fora de seu pai e a transforma num misterioso templo. O imóvel foi recomprado graças ao seu enriquecimento ilícito, já que está envolvido até o pescoço com narcotraficantes. É ajudado por uma velha raposa economista, mentor nas artimanhas de lavagem de dinheiro e do suborno.
Esta “corrida do ouro” ou queda de braço pela conquista da cena 75 serve de mote para Ilmar Penna Marinho Jr. elaborar seu primeiro thriller, com trechos recheados de ação e reviravoltas nos destinos dos personagens, compondo assim um painel do mundo contemporâneo – para não dizer globalizado - e suas mazelas como corrupção, terrorismo e tráfico de drogas e de armas.

Perfil do Autor: Ilmar Penna Marinho Júnior é carioca, advogado, graduado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC) e mestre em Comparative Law pela Georgetown University (EUA); e administrador, graduado pela Faculdade de Ciências Contábeis e Administrativas Moraes Júnior.  Pertence ao quadro de advogados da Petrobras, de onde se aposentou em 1998. Por três vezes interrompeu sua carreira na Petrobras: a primeira, para ocupar o cargo de Secretário de Estado de Administração do Rio de Janeiro (1975 / 1979, depois, para assumir o posto de Diretor das Empresas Nucleares Brasileiras S.A (Nuclebrás), onde ficou até 1985, e finalmente para diplomar-se pela Escola Superior de Guerra. Depois voltou a ocupar funções e cargos na Petrobras. Seus dois primeiros livros, “Petróleo: Soberania e Desenvolvimento” e “Petróleo: Política e Poder”, editados, respectivamente, em 1970 e 1989, são híbridos de ficção e ensaio. É a partir de “Águas Profundas” (Revan, 1998) que o autor abraça por completo a ficção, gênero ao qual dedica seus dois últimos livros, “O Quinto Poder” (Razão Cultural, 2000) e “A Besta dos Mil Anos”.

Nos comentários do blog:
"A Besta dos Mil Anos" é um livro instigante, em que o Autor, unindo a realidade com o imaginário consegue criar um enredo envolvente.A qualidade literária da obra explica o seu sucesso.
 
Terminei o livro com pena, queria mais.
Foi um bom exercício descobrir o escritor nas entrelinhas, atrás da mistura de suspense e romance.Não sendo crítica literária profissional, acho que um livro a gente gosta ou não, o seu me agradou muito. Foi prazeroso passear pelos castelos e jardins floridos. Conhecer um pouco do Castelo de Angers, que despertou a minha curiosidade para uma próxima ida à França. O tema é atual e bastante polêmico. Foi oportuno subir a Rocinha, ir de encontro ao tráfico e a corrupção que parece só agora, nossos governantes descobriram.
A Besta está solta, enjaulados estamos nós!!!PARABÉNS !!!!!!

Saiba mais sobre o autor sua obra aqui.

Bjs.

7 comentários:

Beli qui. jan. 20, 10:25:00 AM  

Adoreii a capa e achei a história interessantissima!!!

Muitoo legal! =)

bjusss

Unknown qui. jan. 20, 10:33:00 AM  

Gostei!!!

http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

Nanda Meireles qui. jan. 20, 02:16:00 PM  

Realmente, parece ótimo!
Parabéns ao autor e à você, Marcinha, por mais uma vez nos apresentar um escritor nacional super talentoso.
Bjs

Unknown sex. jan. 21, 10:22:00 AM  

Parece um ótimo livro - eu ainda não conhecia =)

claudia sáb. jan. 22, 06:06:00 PM  

Muito boa essa iniciativa,muitas vezes a gente tem um certo receio/preconceito com o que é nacional e isto precisa ser quebrado...e nada melhor do que resenhas,opiniões sinceras e dicas para que a gente conheça e se interesse pelo autor/livro..

Lucia Marina sáb. jan. 22, 11:44:00 PM  

Oi!

Não conhecia esse livro, e interesse muito. Parabéns pela resenha!

Bjos!

Anônimo,  sáb. fev. 12, 01:24:00 PM  

Parece ser ótimo!
Com certeza a sinopse me cativou. Adoro livros desse gênero!

Beijinhos!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Giro pelo Mundo

free counters

Quem espia

Comentários.

Campanhas Permanentes!

Alerta!

Protected by Copyscape Duplicate Content Check

Layout por Flavinha Garota de Aquario

Design by Emporium Digital